Você está aqui

Apesar de empate, Tite vê superioridade do Brasil sobre a Inglaterra

  • 14/11/2017 22h54publicação
  • Londreslocalização
Da EFE *

O técnico Tite elogiou a atuação do Brasil após o empate sem gols contra a Inglaterra nesta terça-feira, em amistoso disputado no Estádio Wembley, e ressaltou que sua equipe sairia do campo com o triunfo caso a partida tivesse vencedor. A informação é da Agência EFE.

"Foi uma partida entre duas propostas, dois estilos, duas escolas diferentes. A Inglaterra buscou a pressão alta, ser compacta na defesa, aproveitar algum erro nosso e explorar a velocidade de (Marcus) Rashford e (Jamie) Vardy", disse Tite durante entrevista coletiva após o amistoso.

"Eles ficaram esperando um erro nosso e buscando o contra-ataque. Tivemos menos chances do que nos outros jogos, mas eles quase não tiveram nenhuma. Não lembro, foram muito poucas oportunidades de perigo da Inglaterra", completou o treinador.

O Brasil, que venceu o Japão por 3 a 1 na sexta-feira, não conseguiu superar ao forte esquema defensivo da Inglaterra, o primeiro adversário europeu de Tite no comando da seleção.

"Se uma equipe tivesse que vencer esse jogo, seria o Brasil. Tivemos mais oportunidades do que ele. Em jogos como esse, com oportunidades escassas, é preciso estar concentrado", explicou Tite, que também avaliou as diferenças entre Inglaterra e Japão.

"São duas equipes com características muito diferentes. A Inglaterra é um time com qualidade, com técnica e muito físico. O Japão é mais rápido, mais móvel, mais frio", analisou.

Tite também disse duvidar que a Inglaterra, comandada pelo técnico Gareth Southgate, adote o esquema tático adotado hoje na Copa do Mundo de 2018.

"Esperávamos uma partida assim, já que enfrentávamos uma escola de futebol totalmente diferente. Estamos experimentando jogar contra rivais assim, e acredito que hoje tivemos as melhores chances. Eles também estão aprendendo e duvido muito que joguem assim no Mundial. Em uma Copa do Mundo, sempre há partidas assim: com uma equipe no ataque e outra na defesa", ressaltou Tite.

O jogo

A seleção brasileira atuou nesta terça-feira com "força máxima" - a escalação ideal para o técnico Tite - em amistoso com uma desfalcada Inglaterra no estádio de Wembley, em Londres, mas decepcionou a torcida e, provavelmente, o próprio treinador, ao não sair de um insosso empate em 0 a 0.

Durante 90 minutos, poucas oportunidades de gol foram criadas, apesar da formação com Philippe Coutinho, Neymar e Gabriel Jesus. A melhor oportunidade veio apenas aos 39 do segundo tempo, quando Paulinho recebeu na área e bateu para boa defesa do goleiro Joe Hart.

Este foi o primeiro jogo de Tite no comando do Brasil contra um rival europeu. Em março do próximo ano, a seleção vai encarar mais dois adversários do Velho Continente: a Rússia, em Moscou, no dia 23, e a Alemanha, em Berlim, no dia 27, na reedição da semifinal da Copa do Mundo de 2014 que os campeões mundiais venceram por 7 a 1.

Com a igualdade no placar hoje em Wembley, Neymar e companhia fecham o ano com sete vitórias, três empates e apenas uma derrota, para a Argentina, em amistoso disputado em junho. Ao todo, foram 21 gols marcados e apenas quatro sofridos.

A Inglaterra, que não contou com vários titulares nos amistosos de novembro, como o meia Dele Alli, o atacante Harry Kane, fez cinco mudanças com relação ao time que empatou com a Alemanha em 0 a 0. Hart, Gomez, Walker, Bertrand e Rashford entraram nas vagas de Pickford, Jones, Trippier, Rose e Abraham, respectivamente.

*É proibida a reprodução total ou parcial desse material. Direitos Reservados

Edição: -