Você está aqui

Ventos atiçam incêndios florestais na Califórnia e obrigam retiradas em massa

  • 07/12/2017 18h25publicação
  • Los Angeles (EUA)localização
Da Agência Reuters
Fogo atinge fazenda durante incêndio florestal na Califórnia

Fogo atinge fazenda durante incêndio florestal na Califórnia REUTERS/Jonathan Alcorn

Ventos quentes e secos atiçam nesta quinta-feira (7) vários incêndios florestais no sul da Califórnia, onde centenas de casas pegaram fogo e dezenas de milhares de pessoas fugiram de seus lares nos arredores de Los Angeles, a segunda maior cidade dos Estados Unidos, onde dezenas de escolas da área cancelaram as aulas hoje. A informação é da Reuters.

A previsão é que os ventos, que sopram do deserto rumo ao oeste, cheguem a 130 quilômetros por hora, o que pode  aumentar os incêndios que ardem na área de Los Angeles. "Ventos fortes da noite para o dia criam um perigo de incêndio extremo", alertou o sistema de emergência de Los Angeles.

Vídeos e fotos publicados nas redes sociais mostram encostas de colinas cobertas por chamas ao longo de rodovias movimentadas, fileiras de moradias reduzidas a cinzas e bombeiros jogando água em paredes de fogo na tentativa de salvar residências.

"Estamos no início de uma ocorrência de ventos prolongados", disse Ken Pimlott, diretor do Departamento de Silvicultura e Proteção contra Incêndios da Califórnia ao jornal Los Angeles Times. "Não vai haver capacidade de combater o fogo com este tipo de vento".

No norte de Los Angeles, o Incêndio Creek destruiu ao menos 30 casas e forçou a debandada de moradores de 2.500 casas e um centro de convalescência. Já o Incêndio Rye ameaça mais de 5 mil lares e estruturas ao nordeste da cidade. O Incêndio Skirball, que irrompeu no início de quarta-feira perto de grandes propriedades na vizinhança de Bel-Air, em Los Angeles, só está 5 por cento contido. Os bombeiros lutam para salvar casas de milhões de dólares  das chamas.

O Incêndio Thomas, o maior deles, destruiu mais de 150 moradias e ameaça milhares mais na cidade de Ventura, localizada cerca de 80 quilômetros ao noroeste de Los Angeles.

"Estes são dias de partir o coração", disse o prefeito de Los Angeles, Eric Garcetti, durante uma coletiva de imprensa. "Estes também são dias que mostram a resistência de nossa cidade". Até agora, não surgiram relatos de vítimas fatais. Três bombeiros se feriram e foram hospitalizados em condição estável, informou o Corpo de Bombeiros de Los Angeles.

Edição: -