Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Trump anuncia troca de secretário de Estado pelo Twitter

Publicado em 13/03/2018 - 10:33

Por Leandra Felipe - Repórter da Agência Brasil Atlanta (EUA)

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, usou o Twitter para anunciar hoje (13) o novo secretário de estado norte-americano. Em uma mensagem na rede social, Trump escreveu que o ex-diretor da CIA, Mike Pompeo, assume o lugar de Rex Tillerson.

"Mike Pompeo, diretor da CIA, vai se tornar nosso novo Secretário de Estado. Ele fará um trabalho fantástico! Obrigado, Rex Tillerson, por seu serviço! Gina Haspel vai se tornar a nova diretora da CIA, e a primeira mulher escolhida para o cargo. Parabéns a todos!"

A mudança foi anunciada em meio a um momento de grandes expectativas na política externa dos Estados Unidos, e Tillerson vinha preparando negociações e acercamentos com a Coreia do Norte. Os dois países já confirmaram que Donald Trump e Kim Jong-un estão preparando um encontro.

Rex Tillerson não vinha de uma carreira política tradicional, mas sim da área de comércio internacional. Ele assumiu a Secretaria de Estado na posse de Trump no ano passado. Na época, foi apontado como um profundo conhecedor da Rússia e com proximidade ao presidente russo Vladmir Putin.

Á frente da pasta, adotou uma postura discreta e em vários momentos "apagou incêndios" causados pelas polêmicas declarações do presidente. Foi ele quem, após os debates da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas  (ONU) em setembro do ano passado, disse que já vinham sendo estabelecidos canais secretos de ligações diretas entre Estados Unidos e Coreia do Norte.

Na sexta-feira passada, Trump já havia pedido a saída de Tillerson, ordenando que ele regressasse de uma viagem à África. A imprensa americana, como o jornal Washington Post e a rede de televisão CNN, ouviou funcionários do governo norte-americano, que confirmaram que Trump vinha se indispondo com alguns pontos de vista de Tillerson.

Para Trump, Tillerson vinha agindo de maneira "radical" sobre alguns de seus pontos de vista.

Mike Pompeo fez carreira militar nos Estados Unidos antes de atuar na agência de espionagem.

Edição: Valéria Aguiar

Últimas