Irã acusa EUA em tribunal da ONU de desapropriação "de suas empresas"

Publicado em 10/10/2018 - 07:44 Por Agência EFE - Haia

O governo do Irã acusou hoje (10) os Estados Unidos na Corte Internacional de Justiça (CIJ) de "desapropriações de propriedades de empresas" iranianas ao congelar fundos deste país em bancos americanos, e pediu ao tribunal que se declarasse competente para julgar o caso.

O representante iraniano na Corte, Mohsen Mohebi, reivindicou aos juízes que "rejeitem todas as objeções preliminares" apresentadas pelos Estados Unidos, cujos advogados exigiram ao tribunal que declare o caso inadmissível.

No último dia 3, a Corte Internacional de Justiça deu razão parcial ao Irã e ordenou que os Estados Unidos paralisem parte das sanções contra Teerã, restabelecidas por Washington quando decidiu se retirar do acordo nuclear multilateral assinado em 2015.

O Irã baseou sua denúncia no Tratado de Amizade, Relações Econômicas e Direitas Consulares assinados com os EUA em 1955, quando os dois países ainda mantinham boas relações.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias