Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Ex-presidente da Nissan nega ter sonegado lucros

Publicado em 25/11/2018 - 11:17

Por Agência Brasil Brasília

O empresário franco-brasileiro Carlos Ghosn, 64 anos, ex-presidente da Nissan Motor, negou que tenha sonegado informações, dados e lucros nos relatórios de valores mobiliários da empresa, durante depoimento à Promotoria de Justiça de Tóquio. É a primeira vez que ele se pronuncia sobre as acusações.

EPA9602. TOKIO (JAPÓN), 19/11/2018.- Foto de archivo del presidente de Nissan Motor, Carlos Ghosn, da una rueda de prensa en Tokio (Japón) el 20 de octubre de 2016. Las autoridades niponas se disponen a arrestar al presidente de Nissan Motor,
O ex-presidente da Nissan Motor, Carlos Ghosn - EFE/ Kimimasa Mayama / Direitos reservados

As informações são da NHK, emissora pública de televisão do Japão. Segundo informações da emissora, o executivo, que estava preso desde a semana passada, disse que não tinha intenção de falsificar as demonstrações financeiras.

Ghosn e seu assessor Greg Kelly foram presos no último dia 19 por suspeita de subestimar a renda do executivo em milhões de dólares, em um período de oito anos.

O executivo franco-brasileiro é suspeito de instruir Kelly a informar que sua compensação anual era de cerca de 1 bilhão de ienes, o equivalente a US$ 9 milhões.

O conselho de Diretores da Nissan exonerou Ghosn da presidência e Kelly da direção no último dia 22.

*Com informações da NHK, emissora pública de televisão do Japão, e EFE.

Edição: Renata Giraldi e Graça Adjuto

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas notícias