Executiva da Huawei detida no Canadá comparece a tribunal

Publicado em 07/12/2018 - 09:11 Por Agência EFE - Toronto

A diretora financeira da Huawei e filha do fundador da companhia, Wanzhou Meng, comparece nesta sexta-feira (7) a um tribunal de Vancouver (Canadá), que deve decidir se lhe concede liberdade sob o pagamento de uma fiança enquanto sua extradição aos Estados Unidos (EUA) é estudada.

Wanzhou, de 46 anos, foi detida em 1º de dezembro a pedido das autoridades americanas, que querem sua extradição por suposta violação das sanções impostas contra o Irã.

Huawei, Meng Wanzhou
A diretora financeira da Huawei e filha do fundador da companhia, Wanzhou Meng - Reuters/Alexander Bibik/Direitos Reservados

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, tentou ontem distanciar seu governo do crescente conflito entre os Estados Unidos e a China, provocado pela detenção, e reafirmou a independência do sistema judiciário canadense.

A China pediu aos EUA e ao Canadá uma explicação sobre a detenção da diretora financeira da Huawei, que nessa quinta-feira provocou quedas das bolsas no mundo todo. O temor era de que esse caso provasse uma intensificação da guerra comercial entre Washington e Pequim.

Além disso, o governo chinês insinuou que poderia adotar represálias contra o Canadá.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias