Digite sua busca e aperte enter

Juan Guaido, President of Venezuela's National Assembly, holds a copy of Venezuelan constitution during a rally against Venezuelan President Nicolas Maduro's government and to commemorate the 61st anniversary of the end of the dictatorship of Reuters/Carlos Garcia Rawlins/Direitos Reservados

Compartilhar:

Guaidó promete restabelecer a democracia e o respeito

ONG registra 14 mortos em dois dias de protestos na Venezuela

Publicado em 24/01/2019 - 07:47

Por Agência Brasil* Brasília

O presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, afirmou nas redes sociais que está comprometido em restabelecer a democracia, a liberdade e o respeito aos direitos humanos. Em sua conta no Twitter, ele postou as manifestações de apoio do presidente Jair Bolsonaro e líderes políticos mundiais ao processo de transição.

“Estamos agradecidos por seu reconhecimento e apoio à vontade do povo venezuelano na recuperação da democracia”, disse Guaidó referindo-se a Bolsonaro. Nas redes sociais, ele respondeu às declarações dos líderes e publicou fotos com imagens dos protestos de ontem (23) em várias regiões da Venezuela.

A organização não governamental Observatório Venezuelano de Conflito Social (OVCS) publicou, na conta no Twitter, informações sobre 14 mortos durante os protestos nas ruas de Caracas, entre ontem (23) e anteontem (22), inclusive de dois jovens de 16 e 18 anos.

De acordo com a organização, 13 vítimas eram do sexo masculino e uma do feminino. As idades variam entre 16 e 47 anos. Nas imagens postadas pela OVCS, há muitos agentes do Estado armados e fortemente equipados para proteção pessoal.

Segundo a entidade, além de Caracas registraram manifestações com episódios de violência as regiões de Amazonas, Barinas, Bolívar, Portuguesa e Táchira. Ontem houve protestos contra o governo de Nicolás Maduro e também a favor. Maduro discursou, informando que vai continuar no poder.

Edição: Renata Giraldi e Graça Adjuto

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas notícias