Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Conselho da ONU se divide em relação a teste de míssil dos EUA

Publicado em 23/08/2019 - 10:17

Por NHK* -

Os Estados Unidos (EUA) e a Rússia trocaram acusações em reunião de emergência do Conselho de Segurança das Nações Unidas, após o teste de lançamento de míssil pelo governo norte-americano no último domingo (18).

A Rússia e a China pediram uma reunião nessa quinta-feira , depois que os EUA realizaram o teste de um míssil de cruzeiro terrestre. O desenvolvimento desses mísseis era proibido, de acordo com o Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário, que expirou no dia 2 de agosto passado.

O vice-embaixador russo, Dmitri Polyanskiy, culpou os Estados Unidos pelo fracasso do tratado russo-americano e advertiu sobre os riscos de surgir nova corrida armamentista, que não poderia ser controlada ou regulamentada.

Jonathan Cohen, embaixador em exercício dos Estados Unidos, disse que a Rússia havia violado deliberadamente o tratado e deslocado múltiplos mísseis de cruzeiro terrestre.

Acrescentou que os Estados Unidos estão tomando as medidas necessárias para lidar com a ameaça imposta pelas forças de mísseis de alcance intermediário, que estão sendo posicionadas em números ainda maiores pela Rússia e a China.

Izumi Nakamitsu, subsecretária-geral e alta representante das Nações Unidas para Assuntos de Desarmamento, afirmou que o fim do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário não deveria ser o catalisador de uma nova e constrangedora competição de desenvolvimento, aquisição e proliferação de mísseis.

Nakamitsu disse ainda que evitar o surgimento e a disseminação de armas desestabilizadoras continua sendo uma tarefa vital, sem fim, para a comunidade internacional. Ela pediu novas abordagens multilaterais que tenham força legal internacionalmente.

 

*Emissora pública de televisão do Japão

Edição: -

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas notícias