Ministério Público denuncia prefeito de Duque de Caxias por corrupção

Publicado em 17/01/2020 - 18:25 Por Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) denunciou o prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis, e mais duas pessoas, por corrupção. Eles são suspeitos de fazerem pagamento em dinheiro para a elaboração de escrituras imobiliárias fraudulentas, com o objetivo de obter a transferência e registro imobiliários de lotes rurais pertencentes a outras pessoas.

Segundo a denúncia, “Washington Reis e Elói de Oliveira Pinto, cientes da impossibilidade de elaboração de escrituras válidas de compra e venda de lotes, prometeram pagamento de R$ 500 mil ao denunciado Josemar Francisco, Tabelião do 5º Ofício de Notas de Nova Iguaçu para a elaboração de diversas escrituras imobiliárias fraudulentas, tendo o tabelião concordado com a prática criminosa e recebido, no dia 30/06/2014, cerca de R$ 150 mil para dar início ao serviço criminoso acordado”.

“É importante narrar que os denunciados não eram legítimos proprietários ou possuidores dos lotes levados ao 5º ofício de notas. Esses imóveis pertenciam a pessoas humildes que foram enganadas pelos denunciados, ou simplesmente tiveram suas terras tomadas pela ação de grileiros, contando com o suporte político e intimidatório do denunciado Washington Reis, ex- deputado federal e atual prefeito do município de Duque de Caxias”, diz o Ministério Público.

A denúncia foi recebida pelo juízo da 1ª Vara Criminal da Comarca de Duque de Caxias. A medida pede também o bloqueio de bens de Josemar Francisco no valor de R$ 150 mil.

Defesa

O prefeito de Duque de Caxias esclareceu que, além de político, é empresário do setor imobiliário. E que sua empresa, a WR Participações Ltda, é idônea e respeitada no mercado. “O prefeito repudia as notícias veiculadas na imprensa e se encontra à disposição da justiça para esclarecer os fatos. Desde já, Washington Reis ressalta que não compactua com nenhum tipo de atuação criminosa e que jamais cometeria algum ato de covardia ou injustiça com qualquer cidadão”, disse em nota.

Edição: Fernando Fraga

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias