Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Aécio propõe reforma do Código Penal

Publicado em 17/09/2014 - 18:46

Por Bruno Bocchini - Repórter da Agência Brasil São Paulo

banner_eleições

 

O candidato à Presidência da República pelo PSDB, Aécio Neves, propôs hoje (17) uma série de medidas para aumentar a segurança no país, como o controle mais efetivo das fronteiras, a reforma do Código Penal e de Processo Penal. Ele ainda disse que irá rever parcerias com países que produzem matérias-primas para drogas ilícitas.

“[A melhoria] passa pela reforma do nosso Código Penal e do nosso Código de Processo Penal, para acabar com a sensação de impunidade que existe aí. Passa por um controle mais efetivo das nossas fronteiras, em uma parceria com a Polícia Federal, revigorada, e com as Forças Armadas”, disse em entrevista à imprensa.

O candidato também disse que, se eleito, não estabelecerá parceria com países que não tiverem programas de combate à produção de drogas. “O Brasil tem um número grande de parcerias com esses países e não cobra, em contrapartida, nenhuma ação efetiva desses países para coibir a produção de drogas, que atravessa as nossas fronteiras de forma absolutamente livre e vem matar vidas aqui no Brasil”, disse.

Aécio ressaltou que pretende rever a posição do Brasil em relação aos países que produzem matérias-primas utilizadas em drogas ilícitas. “Vamos ter uma conversa em um nível diferenciado com os países que aceitam a produção de droga ou de matéria-prima de drogas no seu território sem qualquer tipo de ação governamental. Chega de fazermos vista grossa a isso, porque, senão, todo o esforço e recurso gasto aqui vai ser insuficiente para diminuirmos esse genocídio que acontece no Brasil”.

O candidato falou ainda sobre políticas públicas voltadas para mulheres. Aécio prometeu aumentar o número de creches, programas de prevenção de câncer de mama e mais habitação. Ele também ressaltou a intenção de ampliar o número de delegacias das mulheres e de criar maneiras de facilitar o ingresso da mulher no mercado de trbalho.

“Há um conjunto de propostas construído em debates pelo Brasil afora que nenhuma outra candidatura apresentou até aqui. Propostas que vão permitir uma inserção cada vez maior da mulher no mercado de trabalho, inclusive com qualificações específicas para as mulheres, para que elas possam empreender”.

Edição: Carolina Pimentel

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas notícias