Você está aqui

Defesa pede prisão domiciliar para ex-vice-governador do Distrito Federal

  • 05/03/2016 17h09publicação
  • 05/03/2016 18h20atualização
  • Brasílialocalização
Priscila Rangel – Repórter do Radiojornalismo
O ex-governador do Distrito Federal Benedito Domingos

O  ex-deputado  e  ex-governador  do  DF 

Benedito Domingos Arquivo/Agência Brasil

A defesa do ex-vice-governador do Distrito Federal e ex-deputado federal Benedito Domingos entrou com pedido de prisão domiciliar alegando que o político sofre de doença grave.

Benedito Domingos, de 81 anos, está internado com problemas cardiológicos desde quinta-feira (3) no Hospital Santa Marta, sob escolta de policiais civis que cumpriram o mandado de prisão contra ele, decretado naquele dia pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Caso receba alta hospitalar, Domingos será conduzido à ala de vulneráveis da penitenciária da Papuda, no Distrito Federal.

O advogado Raul Livino, que representa Benedito Domingos, disse que, depois de protocolado o pedido de prisão domiciliar, a juíza da Execução Penal solicitou a realização de perícia para verificar o estado de saúde do ex-deputado. Além disso, a defesa de Domingos pretende entrar na segunda-feira (7) com pedido de habeas corpus no Supremo Tribunal Federal (STF).

O ex-vice-governador foi condenado a cinco anos e oito meses de prisão, sob acusação de envolvimento com fraudes em licitações. A detenção dele está baseada no novo entendimento do STF, de que a condenação em segunda instância já é suficiente para determinar a prisão.

Procurado pela reportagem, o Hospital Santa Marta informo,u por meio de nota, que não está autorizado a prestar informações sobre paciente internado acautelado por autoridade policial, em razão do sigilo médico e da garantia constitucional da privacidade.

O título foi alterado às 18h20 para correção de informação: Benedito Domingos é ex-vice-governador, e não ex-governador do Distrito Federal

Edição: Nádia Franco