Você está aqui

MPF denuncia Picciani, Melo e Albertassi por corrupção

  • 07/12/2017 12h03publicação
  • Rio de Janeiro localização
Nielmar de Oliveira - Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro - O deputado Jorge Picciani se apresenta à Polícia Federal (PF) após nova ordem de prisão expedida pelo Tribunal Regional Federal da 2 Região (Tomaz Silva/Agência Brasil)

O presidente da Alerj, Jorge Picciani, é um dos denunciados pelo MPF  Tomaz Silva/Arquivo/Agência Brasil

O Ministério Público Federal (MPF) ofereceu denúncia ao Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) contra os deputados estaduais Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi, todos do PMDB, e mais 16 pessoas por corrupção e outros crimes.

Os denunciados são investigados pela Operação Cadeia Velha, que apurou o pagamento de propina por parte de empresários ligados à Fetranspor, entidade que reúne as empresas de ônibus do estado do Rio de Janeiro.

A ação penal foi protocolada na noite de ontem (6) e decorre da primeira investigação ligada à Lava Jato contra pessoas com foro na 2ª instância do Judiciário federal.

Picciani, Melo e Albertassi estão presos na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, na zona norte da cidade.

Edição: Luana Lourenço