Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Ex-executivo da Odebrecht diz que doou R$ 23 milhões a Pezão

Publicado em 15/08/2018 - 16:05 e atualizado em 15/08/2018 - 18:09

Por Vladimir Platonow - Repórter da Agência Brasil Rio de Janeiro

O ex-executivo da Odebrecht Benedicto Júnior, conhecido como BJ, afirmou à Justiça que doou R$ 23 milhões em caixa 2 à campanha de Luiz Fernando Pezão. Segundo depoimento ao juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, a doação ocorreu em 2014, a pedido do então governador Sérgio Cabral.

Benedicto Júnior falou que parte do recurso, 1 milhão de euros, foi paga no exterior e que o restante, R$ 20 milhões, no Brasil. Ele depôs, nesta quarta-feira (15), na condição de colaborador da Justiça.

O ex-executivo da Odebrecht também confirmou que fez pagamentos em caixa 2 ao presidente licenciado da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), Jorge Picciani, e para o deputado estadual Paulo Melo, ambos do MDB.

Procurado pela Agência Brasil para se posicionar sobre o depoimento, o governo do Rio respondeu em nota: "O governador reafirma que todas as doações foram feitas de acordo com a legislação eleitoral".

Matéria atualizada para inclusão de explicações do governador do Rio.

Edição: Davi Oliveira

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas notícias