Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Haddad chega ao 1º turno tentando segurar avanço de onda antipetista

Candidato alerta sobre propagação de fake news a seu respeito

Publicado em 06/10/2018 - 13:46

Por Pedro Rafael Vilela - Enviado especial São Paulo

Na véspera das eleições presidenciais, o candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, escolheu o Nordeste, única região do país onde lidera nas pesquisas eleitorais, para encerrar as atividades de campanha no primeiro turno. Ele fez uma caminhada hoje (6) no centro de Feira de Santana, segunda maior cidade da Bahia. Ao lado de correligionários, como o governador baiano Rui Costa (PT), que tenta a reeleição, e políticos do estado.

A menos de 24 horas do começo das votações, Haddad alertou sobre as informações falsas publicadas nas redes sociais e na internet. "[Está tendo] muita mentira na internet, sobretudo no WhatsApp. [...] O outro lado tá um pouco desesperado", disse o candidato em uma transmissão ao vivo postada em sua página no Facebook, na manhã de hoje, na chegada a Feira de Santana.

No esforço de desfazer informações improcedentes sobre ele, Haddad fez questão de dizer que é casado há 30 anos, é neto de líder religioso e a favor dos valores da família e que escola é lugar para se aprender conhecimentos como ciência, arte e literatura.

Carta

Neste sábado (6) Haddad divulgou carta nas redes sociais, afirmando que sua campanha é construída com base em verdades, sustentada no respeito à democracia e na busca pela consolidação dos desejos da sociedade brasileira. Sem citar nomes nem siglas, atacou a campanha dos adversários. Segundo Haddad, os que se opõem à candidatura do PT se sustentam na "força", e não em "ideias", como o Partido dos Trabalhadores.

"A campanha deles é feita basicamente de mentiras, todas urdidas no submundo porque eles não têm coragem de enfrentar o debate democrático que se faz à luz do dia. Eles têm a força como ideia, nós temos nossas ideias como força. Mas não se intimidem nem caiam em provocações", diz o candidato do PT.

"Não importa o que eles façam, a gente jamais vai esmorecer, porque sabemos que não estamos sozinhos. A nossa luta não é por nós mesmos, mas pelos milhões que os nossos governos resgataram da miséria, garantiram direitos, oportunidade e trataram com o respeito de cidadão", acrescentou.

Fake news

Há dois dias, o ministro Sérgio Banhos, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou a remoção de conteúdos disseminados no Facebook e em aplicativos de conversas no celular, como WhatsApp, com informações falsas. O material em questão informava que Haddad estaria distribuindo mamadeiras com o bico em formato de órgão genital masculino para creches.

No início da manhã de hoje, a campanha do PT publicou nas redes sociais um vídeo inédito do ex-presidente Lula, de 37 segundos, em que ele pede aos eleitores que compareçam para votar no domingo (7). No vídeo, o ex-presidente, que está preso em Curitiba, pede para que o eleitor lembre do "legado do partido que mais fez política social nesse país". 

Após a agenda na Bahia, Fernando Haddad retorna ainda nesta sábado (6) para São Paulo, sem agenda de campanha prevista. Amanhã (7), ele vota em um colégio no bairro de Indianópolis, zona sul da capital paulista, por volta das 10h. A assessoria ainda não confirmou as demais atividades programadas para o candidato no dia das eleições.

Texto ampliado às 16h23

Edição: Carolina Pimentel e Renata Giraldi

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas notícias