Digite sua busca e aperte enter

Rio de Janeiro - O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral é levado preso pela operação Lava Jato em viatura da Polícia Federal para a sede do órgão, na Praça Mauá (Fernando Frazão/Agência Brasil) Fernando Frazão/Agência Brasil

Compartilhar:

Cabral decide ficar em silêncio durante audiência com juiz

Publicado em 14/12/2018 - 16:18

Por Vladimir Platonow - Repórter da Agência Brasil Rio de Janeiro

O ex-governador Sérgio Cabral decidiu permanecer em silêncio em audiência judicial na 7ª Vara Federal Criminal, realizada nesta sexta-feira (14). Ele foi convocado pelo juiz Marcelo Bretas, para falar em interrogatório sobre a Operação Ponto Final.

O advogado Rodrigo Roca, que defende Cabral, alegou que o ex-governador não teria fatos novos a contribuir no processo. Ele teria um outro interrogatório na próxima semana, mas o advogado já pediu a Bretas a dispensa do cliente e está avaliando se Cabral voltará a se pronunciar nos demais atos processuais. Cabral tem seis condenações, a 198 anos de reclusão.

Na saída, após se encontrar com a família, reservadamente, na sala de Bretas, Cabral comentou que está difícil o período na cadeia, especialmente na época de Natal. "Mas a gente aguenta", disse o ex-governador, antes de entrar rapidamente no elevador, escoltado pelos agentes de segurança.

A Operação Ponto Final investiga o pagamento de propina por parte de empresas de ônibus a políticos, em troca de vantagens.

Edição: Valéria Aguiar

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas notícias