Digite sua busca e aperte enter

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, durante cerimônia de concessão da Medalha de Mérito Pedro Ernesto e Título de Cidadão Honorário do Município do Rio de Janeiro. Adnilton Farias/VPR

Compartilhar:

Vice-presidente recebe título de cidadão honorário do Rio de Janeiro

Publicado em 17/06/2019 - 19:44

Por Vladimir Platonow - Repórter da Agência Brasil Rio de Janeiro

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, gaúcho de nascimento, tornou-se cidadão honorário do Rio de Janeiro. A homenagem, juntamente com a Medalha Pedro Ernesto, maior honraria da Câmara Municipal, foi recebida por Mourão na tarde desta segunda-feira (17). A cerimônia lotou as galerias da Casa, destinadas a convidados, e contou com presença maciça dos vereadores.

Em discurso de agradecimento, o vice-presidente lembrou a primeira vez que veio ao Rio, ainda na juventude, e a posterior mudança com a família para a cidade. 

“Esta homenagem muito me sensibiliza e muito me toca. A minha história com a cidade do Rio de Janeiro começou em 1958. Minha avó residia aqui, em Copacabana, e nós viemos lá do Rio Grande do Sul para visitá-la. Era um tempo em que havia bondes. Um Rio de Janeiro bucólico, diferente da cidade pujante e pulsante que temos hoje. Pouco tempo depois, viemos morar aqui. Chegamos no final de 1961, início de 1962”, lembrou Mourão, falando de improviso, da tribuna da Câmara.

Torcedor do Flamengo, o vice-presidente recordou sua escolha pelo time da Gávea, como fez questão de citar, lembrando a primeira derrota que presenciou no Maracanã, para o Botafogo de Garrincha, na final de 1962. Ele destacou também a vitória flamenguista no ano seguinte e lembrou a escalação completa da equipe na época.

Mourão disse que viveu em vários bairros da cidade, do subúrbio, da zona norte e da zona sul, "no tempo em que se jogava futebol no paralelepípedo e todo mundo vivia satisfeito”.

“Nossa família foi muito feliz aqui no Rio. Considero esta cidade como minha segunda terra. Gosto muito de Porto Alegre, minha terra natal, onde tenho inúmeros amigos, mas aqui, nesta cidade, eu tive a oportunidade de realizar alguns dos meus maiores sonhos, entre eles, tornar-me um paraquedista”, recordou o vice-presidente.

A Medalha Pedro Ernesto foi proposta pelo vereador Jimmy Pereira (PRTB), atualmente na suplência. Já a proposição do título de cidadão honorário para o vice-presidete foi iniciativa dos vereadores Jorge Felipe (MDB), presidente da Casa, Tânia Bastos (PRB), Zico (PTB), Rocal (PTB) e Felipe Michel (PSDB).

Edição: Nádia Franco

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas notícias