Você está aqui

Justiça devolve passaporte a envolvido em venda ilegal de ingressos na Rio 2016

  • 12/12/2016 20h12publicação
  • Brasílialocalização
Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil

O juiz Marcello Rubioli, titular do Juizado Especial do Torcedor e dos Grandes Eventos, autorizou hoje (12) a devolução do passaporte ao irlandês Patrick Joseph Hickey, desde que firmado o compromisso de comparecimento a todos os atos processuais em que é acusado de praticar a venda ilegal de ingressos para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Presidente do Comitê Olímpico da Irlanda e membro do Comitê Olímpico Internacional (COI), Patrick solicitou autorização para viajar para a Irlanda para ser submetido a um tratamento de saúde. Os advogados do irlandês comunicaram ao juízo já terem efetuado o pagamento da fiança de R$ 1,5 milhão.

O juiz Marcello Rubioli determinou ainda que o irlandês Kevin James Mallon, considerado “braço direito” de Patrick na organização para venda ilegal de ingressos, uma fiança no valor de R$ 750 mil. Quando fizer o depósito, Kevin terá o passaporte devolvido, em razão de os advogados terem solicitado autorização para ele se ausentar do país pelo prazo de 90 dias.

Assim que forem cumpridas todas as exigências, o juízo enviará ofício à Polícia Federal para que os acusados tenham suspensas as restrições de viagem.

Edição: Fábio Massalli