Digite sua busca e aperte enter

Brasília – Bebês prematuros que nascem no Hospital Regional de Santa Maria, região administrativa localizada a 26 km de Brasília, estão sendo colocados em mini-redes de algodão adaptadas dentro das incubadoras como uma alternativa para 10 17:57:52

Compartilhar:

Caminhada da Prematuridade acontece neste domingo em SP

Evento busca chamar a atenção para nascimentos prematuros

Publicado em 10/11/2019 - 08:00

Por Bruno Bocchini - Repórter da Agência Brasil São Paulo

São Paulo – A cidade de São Paulo recebe neste domingo (10) a 3ª Caminhada da Prematuridade. O evento busca chamar a atenção para os chamados nascimentos prematuros – que acontecem antes da 37ª semana de gestação. No Brasil, a prematuridade ocorre em 340 mil partos por ano, 11,5% do total. A caminhada tem início às 9h no vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp), na Avenida Paulista.

“O objetivo é alertar sobre o crescente número de partos prematuros e como preveni-los, além de informar sobre as consequências do nascimento antecipado para o bebê, para a família a e sociedade”, destaca Denise Leão Suguitani, fundadora e diretora executiva da Associação Brasileira da Pais, Familiares, Amigos e Cuidadores de Bebês Prematuros, entidade organizadora do evento.

Ela lembrou que um prematuro precisa de cuidados especiais, geralmente em unidades de terapia intensiva, e apresenta três vezes mais risco de morte e sequelas futuras na vida adulta do que um bebê que nasce depois da 37ª semana de gestação.

Uma das principais causas de parto prematuro espontâneo (quando não há problemas com a mãe ou com o bebê), segundo Denise, é o encurtamento do colo do útero. Normalmente, quando isso é detectado, por meio de ultrassom, a gestante é submetida a um tratamento com progesterona, hormônio que a mulher já produz naturalmente.

“Precisamos refletir sobre a qualidade do atendimento oferecido aos nossos prematuros e a suas famílias e clamar por políticas públicas de prevenção e tratamentos modernos, adequados e mais humanos”, acrescentou Denise.

Edição: Paula Laboissière

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas notícias