Últimas notícias INSS

O secretário de Previdência, Leonardo Rolim, fala sobre a proposta de reforma da Previdência, durante entrevista coletiva.
Política

Nomeação do novo presidente do INSS é publicada no Diário Oficial

Foram publicadas no Diário Oficial da União de hoje (29) duas portarias que mudam o comando do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)

O rombo do INSS teria sido 84,3% menor em 2015 e 41,8% no ano passado
Geral

MP para INSS contratar civis deve ficar pronta até a próxima semana

A MP que permitirá contratar aposentados do INSS para zerar as filas na autarquia deve ficar pronta até a próxima semana. Há mais de 1,3 milhão de pedidos com mais de 45 dias de atraso.

Brasília - Procurador-geral Federal Renato Rodrigues Vieira em assinatura de acordo da Procuradoria-Geral da Fazenda com o Incra para execução fiscal de propriedades para reforma agrária (Valter Campanato/Agência Brasil)
Geral

Presidente do INSS pede demissão; secretário de Previdência assume

O presidente do INSS, Renato Rodrigues Vieira, pediu demissão e será substituído pelo secretário de Previdência, Leonardo Rolim. A informação é do secretário especial de Previdência, Rogério Marinho.

Presidente da República em exercício, Hamilton Mourão, durante Sessão Solene de posse dos novos dirigentes do Tribunal Regional Federal da 4ª Região.
Política

Governo deve editar MP para contratar empregados aposentados do INSS

O presidente em exercício, Hamilton Mourão, disse hoje (24) que o governo deve editar uma medida provisória (MP) para que os empregados aposentados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) possam ser contratados temporariamente para reforçar o atendimento nas agências e ajudar a reduzir o estoque de pedidos de benefícios em atraso. Atualmente, o número de pedidos de benefícios previdenciários com mais de 45 dias de atraso está em cerca 1,3 milhão.

O Presidente em exercício Hamilton Mourão fala à imprensa
Política

Governo publica decreto para contratar militares no serviço público

O decreto que regulamenta a contratação de militares inativos para atividades em órgãos públicos foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União na noite desta quinta-feira (23) []. De acordo com o Palácio do Planalto, os militares poderão ser contratados, por meio de um edital específico de chamamento público, para trabalhar em órgão ou entidade federal ganhando adicional com valor igual a 30% sobre o salário recebido na inatividade.