Últimas notícias Líbano

FILE PHOTO: Former Nissan Motor Chairman Carlos Ghosn accompanied by his wife Carole Ghosn, arrives at his place of residence in Tokyo, Japan, March 8, 2019. REUTERS/Issei Kato/File Photo
Internacional

Japão pede prisão de Carole Ghosn à Interpol

Segundo fontes não identificadas, a Promotoria em Tóquio pediu à Interpol que emita uma ordem de prisão internacional para a esposa de Ghosn. Atualmente, ela também se encontra no Líbano, e o objetivo dos promotores é restringir suas atividades.

FILE PHOTO: Former Nissan Motor Chairman Carlos Ghosn accompanied by his wife Carole Ghosn, arrives at his place of residence in Tokyo, Japan, March 8, 2019. REUTERS/Issei Kato/File Photo
Internacional

Ghosn acusa Nissan de conluio com a Justiça japonesa

Carlos Ghosn foi detido no Japão em novembro de 2018. Encontrava-se em liberdade, sob fiança, desde 25 de abril do ano passado, mas sujeito a restrições de movimento e comunicação e proibido de abandonar o país asiático. Ele deveria ter sido julgado no Japão no mês da fuga.

EPA9602. TOKIO (JAPÓN), 19/11/2018.- Foto de archivo del presidente de Nissan Motor, Carlos Ghosn, da una rueda de prensa en Tokio (Japón) el 20 de octubre de 2016. Las autoridades niponas se disponen a arrestar al presidente de Nissan Motor,
Internacional

Secretário diz que Japão fará tudo para obter extradição de Ghosn

Em nota divulgada nesta terça-feira (7), a Nissan Motor diz que a ida de Carlos Ghosn para o Líbano, sem autorização judicial e com violação das condições da fiança, é "ato que desafia o sistema judicial japonês". Para a empresa, a situação é "extremamente lamentável"

FILE PHOTO: Carlos Ghosn, chairman and CEO of the Renault-Nissan-Mitsubishi REUTERS/Regis Duvignau/File Photo
Internacional

Promotoria de Tóquio emite declaração sobre fuga de Ghosn

A promotoria de Tóquio emitiu uma declaração criticando o ex-presidente da Nissan Motor, Carlos Ghosn, por ele ter saído do Japão sem permissão. O vice-presidente do escritório distrital da promotoria pública de Tóquio, Takahiro Saito, emitiu a declaração no domingo (5), fazendo uma rara crítica a um suspeito de um crime.

Internacional

Ex-executivo da Nissan, Carlos Ghosn confirma que está no Líbano

O ex-presidente do conselho de administração da Nissan Carlos Ghosn divulgou nesta terça-feira (31) um comunicado, por meio de seu assessor de imprensa, em Nova York, que deixou o Japão, onde estava em prisão domiciliar, e está no Líbano.