Relato de violência em prisão indígena é destaque em audiência pública da CNV

Publicado em 25/04/2014 - 21:19 Por Marcelo Brandão – Repórter da Agência Brasil - Brasília

O primeiro dia de depoimentos da 2ª audiência pública da Comissão Nacional da Verdade (CNV), em Dourados (MS), foi marcado por relatos de violência contra indígenas. Um dos mais fortes foi o de Bonifácio Reginaldo Duarte, índio guarani de 74 anos, preso na década de 60, no Reformatório Krenak, um centro de detenção de indígenas, que funcionava em Resplendor (MG), no território dos índios krenaks.

“Ele narrou coisas que existiam lá dentro, contou o processo de trabalho forçado, espancamento no tronco. Se não fizesse o trabalho todo, o índio ia para o tronco, onde algumas pessoas acabaram morrendo”, disse Marcelo Zelic, colaborador eventual do CNV e membro do grupo Tortura Nunca Mais.

Bonifácio contou ainda que pessoas que tentavam fugir do Reformatório Krenak eram levadas para uma ilha chamada Ilha das Cobras. Nesse local, com animais selvagens e carnívoros, os índios eram abandonados à própria sorte, e nunca mais eram vistos. Ele disse que o levaram para Minas Gerais com o argumento de que lhe ensinariam um ofício e, chegando lá, foi preso no Reformatório Krenak.

Integrante da CNV, a psicanalista Maria Rita Kehl, ressaltou a riqueza de detalhes dos depoimentos, sobretudo do índio guarani. “O depoimento do Bonifácio foi muito difícil. As posições que tinham que dormir, amarrados; pessoas que morreram, que não resistiram. Toda hora a gente fica com nó na garganta, embora os depoentes não sejam coitadinhos, são muito fortes”.

Maria Rita disse ainda que os relatos obtidos na audiência pública ajudam na qualidade e celeridade do trabalho da comissão. “É de grande proveito para mim, porque se tivesse que ir em cada aldeia para ouvir todos os casos não daria tempo”.

A audiência pública em Dourados continua amanhã (26), quando membros da CNV ouvirão mais três relatos de indígenas. Antes, porém, índios da Aldeia Te’ýikue apresentarão uma orquestra de violões. O segundo, e último dia da audiência pública, começa às 7h30, no horário local.

 

Edição: Stênio Ribeiro

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Fall Guys - game - e-sports
Esportes

Coluna – Fall Guys diverte sem compromissos

Estilo simples agrada até mesmo jogadores mais inexperientes. Na coluna desta semana, Guilherme Neto analisa o game para PC e PlayStation 4, desenvolvido pela Mediatonic.
 

Usuários de transporte público e motoristas de ônibus utilizam máscaras de proteção contra covid-19 na rua da Consolação
Economia

Setor de serviços cresce 5% de maio para junho, diz IBGE

Os efeitos negativos da covid-19 provocaram uma retração de 18,6% no período de março a maio. Em fevereiro, mesmo antes da pandemia, o setor já havia recuado 1%.

A presidente do Conselho do Programa Pátria Voluntária, Michelle Bolsonaro, durante o Lançamento do projeto Arrecadação Solidária contra o coronavírus
Política

Primeira-dama Michelle lamenta falecimento da avó por covid-19

Maria Aparecida foi internada no dia 1º de julho no Hospital Regional de Ceilândia e chegou a ser encaminhada para a Unidade de Tratamento Intensivo. Ela faleceu na madrugada de ontem.

Sede da Polícia Federal em Brasília
Geral

PF cumpre 36 mandados de prisão em oito estados e no DF

Valor das contratações suspeitas de irregularidades em Roraima chega a R$ 50 milhões. Dinheiro foi utilizado na aquisição de insumos médico-hospitalares básicos para combate à covid-19.

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, participa do programa Voz do Brasil.
Política

Governo regulamenta serviços de retransmissão de rádio

“Iniciativa do governo federal e do Ministério das Comunicações para levar emprego aos estados do Mato Grosso, TO, AM, PA, AP, AC, RO e MA”, diz ministro.

Aplicativo Caixa Tem
Economia

Caixa libera saque de auxílio emergencial para 4 milhões de pessoas

O crédito na poupança social para os beneficiários nascidos em maio foi feito no dia 5 deste mês.