Prefeitura de São Paulo cria abrigo para receber haitianos

Publicado em 05/05/2014 - 13:25 Por Fernanda Cruz - Repórter da Agência Brasil - São Paulo

Haitianos

Haitianos têm chegado à capital paulista desde o fechamento do abrigo em Brasileia, no AcreArquivo/Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Um abrigo com capacidade para 120 pessoas começa a acolher haitianos na capital paulista. O local funcionará como reforço para a Igreja Nossa Senhora da Paz, na Rua do Glicério, no centro, que tem acolhido os haitianos desde o fechamento do abrigo em Brasileia, no Acre, no início do mês passado. Segundo o padre Paolo Parise, diretor do Centro de Estudos Migratórios (CEM) da paróquia, hoje (5), a igreja abriga 70 haitianos. Desde o problema em Brasileia, mais de 550 haitianos passaram pela paróquia.

O espaço, pertencente a uma empresa privada, servirá de abrigo emergencial, pois o empréstimo à prefeitura terá duração de três meses. De acordo com o prefeito Fernando Haddad, o espaço foi reformado em caráter de emergência e, posteriormente, será devolvido ao proprietário.

O prefeito disse que a cidade não terá problemas no acolhimento, mas que providências relacionadas à documentação precisam ser tomadas. “Nosso problema não é acolher, o problema é a organização prévia para que eles cheguem com documentação, Carteira de Trabalho. Muitos são roubados antes de chegar ao Brasil, entram no Brasil sem documentação.”

Haddad informou também que discutirá o assunto amanhã (6) com representantes da Embaixada do Haiti no Brasil. "[A finalidade é] garantir que eles [haitianos] saiam do Acre já com a Carteira de Trabalho ou que haja, nem que seja um posto avançado da embaixada, que possa providenciar documentação”, disse ele.

Segundo o prefeito, os haitianos têm conseguido contratação imediata no mercado de trabalho paulistano – 400 dos que chegaram à cidade já estão empregados. “Como a economia continua aquecida, as empresas estão contratando”, destacou. “No ano passado, a cidade de São Paulo recebeu 2,6 mil haitianos. Então, não é novidade receber migrantes. A novidade foi o fluxo intensificado nas últimas semanas”, acrescentou.

Haddad disse que será feito um acordo com o governo do Acre para evitar chegadas inesperadas de haitianos à capital paulista. O governo acriano não comunicou a decisão de fechar o abrigo e retirar haitianos de lá. “É tudo uma questão de organização e planejamento. O governador do Acre está em contato comigo, para estabelecer um trabalho em comum para que não haja surpresas de parte a parte”, explicou. “As pessoas não ficam em São Paulo, daqui elas partem para outras cidades.”

Edição: Talita Cavalcante

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Gasolina
Economia

Inflação de julho foi puxada por preços da gasolina e eletricidade

Segundo IBGE, os combustíveis, de uma forma geral, subiram 3,12%, devido a aumentos de preços no óleo diesel (4,21%), etanol (0,72%) e gás veicular (0,56%).

Comércio de rua em Brasília.
Economia

Inflação oficial fica em 0,36% em julho, diz IBGE

Com o resultado, o IPCA acumula taxas de inflação de 0,46% no ano e de 2,31% em 12 meses, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Destruição provocada por explosão em Beirute
Internacional

Mortes por explosão em Beirute sobem para 154

Ministro da Saúde, Hamad Hasan, disse que uma em cada cinco, das 5 mil pessoas feridas na explosão de terça-feira (4), precisou de hospitalização e 120 estavam em estado crítico.

Aplicativo Caixa Tem
Economia

Caixa credita hoje auxílio emergencial para nascidos em junho

O auxílio, com parcelas de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras), foi criado para reduzir os efeitos da crise econômica causada pela pandemia da covid-19.

Geral

No Rio, deslizamento no morro da Mangueira atinge 12 casas

Defesa Civil isolou a área atingida e equipes aguardam a retirada do material que deslizou para avaliar o estado das casas. Vinte agentes da Defesa Civil e da Guarda Municipal estão a postos.

bola liga dos campeões
Esportes

Liga dos Campeões da Europa retorna com jeito de Copa do Mundo

Torneio terá jogos sem torcida e reta final será disputada em Lisboa, em jogo único, nos estádios José Alvalade (Sporting) e da Luz (Benfica).