CNT cria comissão de sindicância para apurar desvio de recursos

Publicado em 22/09/2014 - 20:59 Por Sabrina Craide - Repórter da Agência Brasil - Brasília

A Confederação Nacional do Transporte (CNT) instituiu hoje (22) uma comissão interna de sindicância para apurar as possíveis irregularidades na instituição entre 2011 a 2013. O grupo terá 90 dias para concluir o trabalho. Também foi determinado o afastamento de 20 pessoas, entre diretores e outros funcionários, até que a sindicância conclua os seus trabalhos.

Na semana passada, uma ex-diretora e três integrantes da diretoria do Sistema Social do Transporte (Sest) e do Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat) foram presas na Operação São Cristovão, da Polícia Civil do Distrito Federal, que apura suposto esquema de desvio de recursos das entidades. A estimativa é que a fraude tenha desviado, entre 2011 e 2012, aproximadamente R$ 20 milhões.

A comissão de sindicância será presidida pela nova diretora geral do Sest/Senat, Lucimar Silva Lopes Coutinho. A decisão foi tomada pelo presidente da CNT, Clésio Andrade, que na semana passada prestou depoimento ao Ministério Público em Minas Gerais sobre seu envolvimento no esquema de desvio de recursos.

Edição: Juliana Andrade

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias