Uruguaios vão às urnas no segundo turno das eleições presidenciais

Publicado em 30/11/2014 - 11:21 Por Monica Yanakiew - Enviada Especial da Agência Brasil/EBC - Montevidéu

Uruguai

Uruguaios decidem neste domingo quem será o próximo presidente do paísArquivo/Agência Brasil

Os uruguaios vão às urnas hoje (30) para eleger o sucessor do presidente José Pepe Mujica. O favorito em todas as pesquisas de opinião é o médico oncologista Tabaré Vázquez, candidato da Frente Ampla – a aliança de partidos de esquerda, no poder há dez anos. Ele foi presidente de 2005 a 2010, antes de entregar o cargo a Mujica, que foi eleito senador em outubro passado.

As últimas pesquisas de opinião dão a Tabaré Vázquez uma vantagem de 10 pontos percentuais em relação ao adversário, Luis Lacalle Pou – filho do ex-presidente com o mesmo nome e candidato do tradicional Partido Nacional ou Blanco.

“Vai ser uma eleição sem surpresas”, acredita o técnico em informática Diego Hernandez, de 34 anos. Na avaliação dele, a Frente Ampla deve a sua popularidade às políticas sociais, que reduziram a pobreza de 39% para 11%, e a economia, que cresceu em média 5% ao ano. “Sou daquela geração que fez as malas para buscar emprego na Argentina e acabou voltando porque lá a coisa ficou ruim e aqui melhorou.”

Já o engenheiro Fernando Laprida diz que vai apoiar Lacalle Pou por dois motivos: a família toda sempre votou nos “brancos” e ele acha que é hora de mudar. “Tivemos bons governos, mas não é bom um mesmo partido governar durante tanto tempo, tendo sempre maioria no Congresso – um pouco de oposição faz bem para renovar as ideias.”

Seja qual for o resultado, a Frente Ampla já assegurou a maioria no Congresso, que foi totalmente renovado em outubro passado, quando ocorreram as eleições legislativas e o primeiro turno das eleições presidenciais. No Uruguai, tanto o presidente quanto os senadores e deputados têm cinco anos de mandato. O novo governo assumirá em marco.

Se Tabaré Vázquez for eleito presidente, será o terceiro governo consecutivo da Frente Ampla. Nestes dez anos, os chamados frentistas sempre contaram com maioria no Congresso e por isso conseguiram aprovar leis polêmicas como a da legalização do aborto, a do casamento entre pessoas do mesmo sexo e a da produção e venda da maconha.

Tabaré Vázquez disse, na campanha, que o desafio do novo governo será reduzir ainda mais a desigualdade. “O Uruguai é o país da região com a maior porcentagem de classe média em relação à sua população: 62%”, disse ele. “Mas falta muito por fazer”, acrescentou o candidato.

 

Edição: Juliana Andrade

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
A cúpula  maior, voltada para cima, abriga o Plenário da Câmara dos Deputados.
Política

Câmara aprova MP amplia uso de assinatura eletrônica

Objetivo da MP é facilitar o uso de documento assinados digitalmente para ampliar o acesso a serviços públicos digitais. Texto segue para o Senado.

la bombonera, estádio do boca juniors
Esportes

Equipes do futebol argentino voltam a treinos presenciais

Após paralisação de cinco meses causada pela pandemia de coronavírus, 16 das 25 equipes da primeira divisão do país sul-americano retornaram às atividades presenciais.

Programa de Incentivo à Cabotagem, BR do Mar,
Geral

Programa de incentivo marítimo BR do Mar é entregue ao Congresso

O governo entregou hoje o projeto de lei BR do Mar - iniciativa que visa expandir o tráfego marítimo de mercadorias em todo o território nacional.

 

cruzeiro guarani
Esportes

Série B: Cruzeiro vence Guarani por 3 a 2 fora de casa

Segunda rodada também teve triunfos de Juventude, Paraná e Botafogo SP, além do empate entre Brasil de Pelotas e Ponte Preta.

Mega-Sena, loterias, lotéricas
Geral

Mega-Sena acumula e próximo sorteio deve pagar R$ 12,5 milhões

A quina teve 16 acertadores e cada um vai receber R$ 81.484,20. Os 1.545 ganhadores da quadra receberão o prêmio individual de R$ 1.205,49.

 Esculturas de musas na fachada do prédio da sede do Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, zona norte da cidade
Geral

Alerj autoriza repasse de verbas para obras no Museu Nacional

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro autorizou o repasse de verbas complementares para a reconstrução do Museu Nacional, destruído por um incêndio em 2018.