Porto de Santos: Anvisa vai reduzir prazo de importação de alimentos e remédios

Publicado em 13/03/2015 - 17:06 Por Flávia Albuquerque - Repórter da Agência Brasil - São Paulo

O Ministério da Saúde, a Secretaria dos Portos e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) lançaram hoje (13) em Santos, litoral de São Paulo, o projeto de reestruturação da vigilância sanitária no Porto de Santos. O objetivo é aprimorar o desempenho e dar celeridade às ações de vigilância sanitária, com a melhoria da infraestrutura e aumento no número de funcionários. Lá, os processos demoram em média 24 dias. Com a mudança, o prazo deverá cair para sete dias.

Segundo o ministério, depois de uma avaliação, a iniciativa poderá ser aplicada em outros locais de fiscalização instalados em portos, aeroportos e fronteiras. A expectativa é tornar mais rápidos os processos de importação em Santos.

O Ministério da Saúde informou que 26 profissionais da Anvisa trabalharão em computadores modernos e com acesso mais rápido à internet. Eles fiscalizarão a importação de medicamentos, cosméticos, perfumes e produtos de higiene, alimentos, saneantes, produtos médicos ou produtos de diagnóstico.  

Edição: Beto Coura

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias