Governo vai monitorar suprimento de energia a Roraima

Publicado em 08/02/2017 - 18:29 Por Sabrina Craide - Repórter da Agência Brasil - Brasília

O Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) informou hoje (8) que vai analisar detalhadamente o fornecimento de energia elétrica a Roraima, para indicar ações que aumentem a confiabilidade do suprimento de energia ao estado. Atualmente, a única capital brasileira que ainda está eletricamente isolada do país é Boa Vista, cujo abastecimento é feito por meio do recebimento de energia vinda da Venezuela e também com geração térmica local.

O tema também foi tratado hoje pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Ao analisar a qualidade dos serviços prestados pela Eletrobras Distribuição Roraima, o ministro José Múcio Monteiro disse que a piora na qualidade da distribuição no estado tem como causa principal a dependência da energia importada da Venezuela, cujo fornecimento tem sido frequentemente interrompido, exigindo a utilização de usinas térmicas.

Atualmente, o estado de Roraima adquire energia elétrica do Complexo Hidrelétrico de Guri, na Venezuela, mas, segundo o TCU, há ameaça clara de falta de abastecimento porque a empresa venezuelana sofre com a falta de manutenção em seus equipamentos, além de existirem períodos de secas que impactam o nível das represas utilizadas para a geração de energia. “Cabe frisar ainda a instabilidade da importação de energia elétrica da Venezuela, já que diversos apagões se devem à oscilação do fornecimento da empresa Corpoelec. Na própria Venezuela, ocorre racionamento de energia”, diz o relatório do TCU.

Segundo José Múcio, a solução para essa questão poderia ser a inclusão do estado de Roraima no Sistema Interligado Nacional, mas as obras do Linhão do Tucuruí, que faria essa ligação, estão paralisadas.

Edição: Juliana Andrade

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias