Desembolsos do BNDES caem 15% no quadrimestre, para R$ 21,4 bilhões

Publicado em 16/05/2017 - 14:23 Por Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

Os desembolsos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no primeiro quadrimestre deste ano atingiram R$ 21,4 bilhões, queda de 15% na comparação com o mesmo período do ano passado. O resultado, segundo o banco, confirma a tendência de desaceleração do ritmo de queda observada desde o segundo semestre de 2016.

Segundo o BNDES, o aumento das aprovações de crédito para a indústria e para a compra de máquinas e equipamentos indica sinais de recuperação da economia. As aprovações da Finame (linha de financiamento de bens de capital do BNDES) somaram R$ 6,7 bilhões entre janeiro e abril deste ano, incremento de 38% em relação a igual período de 2016. Excluindo máquinas agrícolas, ônibus e caminhões, as aprovações de crédito para demais bens de capital evoluíram 159% no quadrimestre, atingindo R$ 2,3 bilhões.

Para a indústria de transformação, os financiamentos via Finame aprovados entre janeiro e abril totalizaram R$ 1,4 bilhão, alta de 197% na comparação com o primeiro quadrimestre de 2016.

Do total de recursos do BNDES liberados nos primeiros quatro meses deste ano, 37% foram para o setor de infraestrutura, que recebeu R$ 7,9 bilhões. O desembolso para esta área foi 9% menor que o do mesmo período do ano passado. O mesmo percentual de queda foi registrado nos desembolsos para o setor de comércio e serviços, que recebeu R$ 4,7 bilhões do banco de fomento este ano. A indústria recebeu R$ 4,5 bilhões, redução de 35% ante o acumulado janeiro/abril de 2016. Agropecuária ficou com R$ 4,3 bilhões em liberações, retração de 1%.

A linha Progeren, que oferece recursos para capital de giro das empresas, acumula R$ 2,2 bilhões liberados nos quatro primeiros meses do ano; alta de 339% em relação ao primeiro quadrimestre do ano passado.

Regiões e porte das empresas

Por regiões, apenas o Sudeste e o Sul registraram queda nas liberações do BNDES este ano, de 27% e 31%, respectivamente. Nas demais, os desembolsos subiram 36% (Centro-Oeste), 32% (Norte) e 14% (Nordeste). Em termos de volume de recursos liberados, a Região Sudeste segue na liderança, com quase R$ 8,3 bilhões.

Por porte de empresas financiadas, as liberações do BNDES para as micro, pequenas e médias empresas somaram até abril R$ 8,1 bilhões, baixa de 13% em relação a igual período do ano passado. Para as grandes empresas, foram desembolsados R$ 13,2 bilhões, recuo de 16%.

Os projetos de inovação, que constituem uma das prioridades do BNDES, receberam R$ 697 milhões do banco,13% a mais que nos quatro primeiros meses de 2016.

Segundo o BNDES, os desembolsos do primeiro quadrimestre se referem aprovações de crédito feitas no passado. Isso ocorre porque a tramitação dos pedidos de financiamento recebidos pelo banco pode levar mais de um ano nas fases de enquadramento, aprovação e contratação, até se converter em liberação de recursos.

Edição: Luana Lourenço

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
O presidente da Russia, Vladimir Putin, durante Diálogo dos Líderes com o Conselho Empresarial do BRICS
Internacional

Rússia anuncia primeira vacina contra a covid-19

Produto foi aprovado pelo Ministério da Saúde. A Rússia espera agora poder iniciar a aplicação em massa, mesmo que estejam ocorrendo ainda testes clínicos para comprovar a segurança do produto.

Idosos moradores do Lar São José, em Sobradinho, no Distrito Federal, recebem presentes de Natal
Direitos Humanos

Covid-19: mais de 330 abrigos de idosos já receberam doações

As instituições que já receberam as doações representam 67% dos abrigos cadastrados na primeira etapa da Campanha Solidarize-se, ação promovida pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

Parque Nacional da Tijuca
Geral

Ingresso ao Parque Nacional da Tijuca está 80% mais barato

O desconto tem por objetivo estimular o turismo local e diminuir, a curto prazo, os impactos negativos no equilíbrio econômico-financeiro dos contratos, causados pela pandemia da covid-19.

nascentes devem ser protegidas
Geral

Prazo para inscrições no Prêmio ANA 2020 termina no sábado

Inscrições devem ser feitas pelo site da premiação. Cada participante pode inscrever mais de uma iniciativa. Além disso, poderão ser apresentados trabalhos indicados por terceiros.

Premiê britânico, Boris Johnson, deixa residência oficial em Londres
Internacional

Boris Johnson teme que Reino Unido perca poder se Escócia se separar

Escócia depositou 55% dos votos contra a independência em um referendo de 2014, mas o Partido Nacional Escocês, que governa a nação, quer outro pleito.

Incendios florestais entre Miranda e Corumbá BR 262 e MS 184
Geral

Engajamento da população é vital para evitar incêndio na natureza

Coordenador ambiental diz que a educação tem que começar desde os primeiros anos das crianças, tanto em casa quanto nas escolas.