Governo do Rio quita nesta segunda salários de dezembro de 460 mil servidores

Publicado em 15/01/2018 - 13:09 Por Nielmar de Oliveira – Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

Pela primeira vez em mais de um ano, o governo do Rio de Janeiro deverá conseguir quitar, dentro do cronograma, o pagamento dos salários de seus 460 mil servidores. O pagamento será possível porque o banco BNP Paribas antecipou o depósito dos R$ 900 milhões restantes de um total de R$ 2,9 bilhões relativos a um empréstimo com a instituição financeira – que teve como contrapartida uma garantia de 50% das ações da Companhia Estadual de Águas e Esgoto (Cedae).

As informações do governo do Rio indicam que ao longo do dia, por meio da Secretaria de Fazenda (Sefaz), estarão sendo depositados integralmente os salários de dezembro a todos os 460 mil servidores ativos, inativos e pensionistas do Estado. O pagamento ocorre no décimo dia útil do mês, conforme o calendário de pagamentos do funcionalismo e se dará após o encerramento do horário de funcionamento bancário.

Ao todo, o governo do Rio estará depositando R$ 1,6 bilhão. Segundo o próprio governo, isto será possível também com a utilização de recursos da própria arrecadação tributária da Secretaria de Fazenda, além do depósito do BNP Paribas, na última quinta-feira (11).

O primeiro depósito do banco europeu, no valor de R$ 2 bilhões, foi feito em 20 de dezembro de 2017 e integralmente destinado ao pagamento do 13º salário de 2016 e dos salários de outubro. O depósito dos R$ 900 milhões na última quinta-feira ocorreu antes do prazo contratual, previsto para 14 de fevereiro.

Segundo informações do serviço de imprensa do governo do Rio, alguns servidores confirmaram o recebimento do salário de dezembro já no último sábado (13).

Na quarta-feira da semana passada o governo do estado já havia quitado os salários de novembro dos 15.927 servidores públicos ativos, inativos e pensionistas que ainda estavam sem receber. O pagamento  exigiu desembolso de R$ 169,8 milhões.

Sobre o pagamento do décimo terceiro de 2017 para quem ainda não recebeu, a Fazenda informou que “aguarda o resultado da arrecadação tributária e demais medidas que estão sendo providenciadas”, como a antecipação da receita de royalties do petróleo e a participação especial, para anunciar quando se dará o pagamento.

Antes, na segunda-feira (8), o governo também já havia quitado os salários de novembro de 96% dos servidores públicos do estado. Foram contemplados na oportunidade os servidores que recebem vencimento líquido de até R$ 6.244. O total depositado ao longo do dia foi de R$ 200 milhões.

Na oportunidade, foram beneficiados com o pagamento 55.136 servidores ativos, inativos e pensionistas, de todas as categorias que recebem vencimento líquido de até R$ 6.244.

No último dia 7 de dezembro do ano passado, o governo do Rio de Janeiro já havia depositado os salários atrasados de setembro para servidores ativos, inativos e pensionistas, totalizando R$ 249,9 milhões, segundo a própria Secretaria de Estado de Fazenda.

Em 17 de novembro, o governo havia depositado os salários de 132 mil servidores que recebem líquido até R$ 2.826. Nos pagamentos efetuados no último dia 7 de dezembro, o governo quitou os vencimentos de quem recebia até R$ 4.428 de salário líquido.

Edição: Denise Griesinger

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Live da Semana - Presidente Jair Bolsonaro - 06/08/2020
Política

Pazuello diz que estados estão mais preparados para enfrentar pandemia

Ministro interino da Saúde participou de live ao lado do presidente. Mudança de protocolo do ministério foi um dos fatores que deixou estados mais preparados.

A cúpula  maior, voltada para cima, abriga o Plenário da Câmara dos Deputados.
Política

Senado aprova redução de prazos para revalidação de diplomas

O PL prevê a revalidação em prazo entre 30 e 60 dias no caso de instituições estrangeiras reconhecidas pelo Ministério da Educação e contam com um processo simplificado. 

Escola fechada por cinco dias após relatos de coronavírus.
Justiça

Justiça suspende retorno das aulas presenciais na rede privada do DF

A retomada foi autorizada na terça-feira pela primeira instância após outra decisão que a proibiu. Algumas escolas chegaram a retomar as atividades nesta quinta-feira.

Saúde

Ministério da Saúde monitora síndrome em crianças associada à covid-19

Síndrome inflamatória multissistêmica ocorre em crianças de 7 meses a 16 anos. Até agora, foram notificados 71 casos no Brasil e registradas três mortes.

Incêndio no Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Divulgação/Parnaso)
Geral

Bombeiros combatem fogo na Serra dos Órgãos pelo terceiro dia seguido

Criado em 1939, o Parnaso é o terceiro parque mais antigo do país e costuma ser procurado para prática de esportes de montanha, como escalada, caminhada e rapel.

O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, apresenta a versão digital do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLVe).
Justiça

Preso pela PF, Baldy pede licença de cargo de secretário

Em nota, governo estadual destaca competência e postura idônea de Alexandre Baldy e informa que o secretário executivo Paulo Galli comandará temporariamente a pasta.