Shoppings do Rio voltam a abrir hoje, mas com horário reduzido

Reabertura ocorre na véspera do Dia dos Namorados

Publicado em 11/06/2020 - 11:33 Por Cristina Índio do Brasil - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

Os shoppings voltam a funcionar hoje (11), no Rio de Janeiro, na véspera do Dia dos Namorados, data importante para o comércio. No entanto, a prefeitura determinou uma série de normas essenciais e obrigatórias, as chamadas regras de ouro, para a reabertura dos centros comerciais. 

O funcionamento tem horário diferente e reduzido: das 12h às 20h. A lista das obrigações tem que estar exposta em diversos locais para orientação dos clientes. A capacidade não poderá passar de um terço dos frequentadores, o que também vale para os estacionamentos.

As regras para os shoppings incluem ainda o distanciamento de 2 metros entre as pessoas; o uso de álcool em gel e de máscaras; a limpeza e manutenção do ar-condicionado; e medição de temperatura.

Os shoppings se prepararam para a abertura e logo na entrada, os clientes vão encontrar dispensers com álcool em gel sem precisar tocar em frascos. Em alguns centros comerciais, o acionamento é por um pedal e, em outros, com a aproximação das mãos. 

shoppings que optaram pela instalação de tapetes na entrada para higienizar a sola dos sapatos dos consumidores.

A medição de temperatura segue também o sistema de aproximação por câmeras ou por termômetros Para a orientação da distância de 2 metros, foram colocados adesivos nos chão para facilitar o posicionamento dos clientes.

As áreas de convivência permanecem sem poder funcionar, como as praças de alimentação que continuam fechadas. Os restaurantes, no entanto, podem funcionar, mas apenas no esquema de entrega e para pegar o pedido no local pessoalmente ou de dentro do carro (drive thru). O cliente não pode parar em algum espaço de convivência para comer dentro dos shoppings. As áreas de lazer, festas e games permanecem fechadas.

Sem manobristas

A entrada de animais será permitida apenas para atendimento nas lojas pets. Não haverá manobristas, nem aluguel de carrinhos de bebês.

Nessa retomada do comércio, a prefeitura também determinou que os shoppings tem que fazer limpeza dos ambientes a cada três horas. Os funcionários que apresentarem sintomas da covid-19 têm que ser encaminhados aos serviços médicos. Os centros têm que providenciar ainda equipamentos de proteção individual para os empregados.

A volta do funcionamento dos shoppings estava prevista na segunda etapa do Plano de Retorno das Atividades da Prefeitura que seria na semana que vem.

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, disse que a antecipação ocorreu após encontro com representantes de 32 shoppings da capital, sendo baseada em avaliações do comitê médico e científico que assessora a prefeitura.

Segundo ele, a decisão do comitê foi por unanimidade, a partir de dados seguros sobre a queda na curva de contágio da covid-19 e a oferta de número de leitos maior que a demanda de pacientes.

O cumprimento das regras, conforme a prefeitura, vai ser coordenado e fiscalizado pela Secretaria de Ordem Pública e pela Vigilância Sanitária. O prefeito alertou, no entanto, que pessoas com comorbidades, idosos e as em risco não poderão trabalhar nem devem sair de casa.

Edição: Kleber Sampaio

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias