MEC quer mobilizar escolas e universidades no combate ao Aedes aegypti

Publicado em 02/02/2016 - 20:28 Por Mariana Tokarnia - Repórter da Agência Brasil - Brasília

O Ministério da Educação (MEC) quer mobilizar estudantes, professores e servidores da educação para combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor dos vírus causadores da Zika, dengue e da febre chikungunya.

Hoje (2), o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, se reuniu com representantes de entidades ligadas ao ensino da educação básica, tecnológica e superior para apresentar a campanha Zika Zero.

De acordo com o MEC, entre as ações previstas está a distribuição de material educativo para mais de 2,7 milhões de professores e gestores da educação básica. A pasta também pretende assinar o Pacto da Educação Brasileira contra o Zika, no qual secretarias estaduais e municipais de educação se comprometerão com a campanha. 

O MEC enviará cartas a reitores, diretores, secretários, servidores e pais de alunos com orientações. A estratégia é usar a abrangência das redes federal, distrital, estaduais e municipais de educação para levar informações sobre as formas de extermínio do mosquito e identificação da doença.

Segundo o ministério, a educação é uma poderosa arma para combater o mosquito. A partir do dia 19, a intenção é fazer atividades periódicas de combate ao mosquito em todas as escolas.

Edição: Armando Cardoso

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Forte explosão na região portuária de Beirute
Política

Missão brasileira embarca com 6 toneladas de material a Beirute

Chefiada pelo ex-presidente Michel Temer, a missão leva 6 toneladas de materiais entre medicamentos, e alimentos a Beirute, que foi fortemente afetada por uma explosão há oito dias.

FILE PHOTO: Athletics - Paris Marathon
Esportes

Covid-19: Maratona de Paris reagendada para novembro é cancelada

Organizadores atribuem decisão a ressurgimento de casos na capital francesa. Evento costuma atrair cerca de 40 mil participantes e só voltará a ocorrer na edição de 2021. 

Brasília - Movimento nas rodovias do Distrito Federal na véspera do feriado de Carnaval (Elza Fiuza/Agência Brasil)
Economia

Pesquisa mostra que brasileiro viajou pouco no 3º trimestre de 2019

Os principais motivos alegados para nenhum morador do domicílio ter viajado no período pesquisado foi a falta de dinheiro (48,9%), falta de tempo (18,5%) e não ter necessidade (13,5%).

Internacional

Bielorrússia e Líbano são temas de reunião da UE na sexta-feira

"As eleições não foram nem livres nem justas. Procederemos a uma revisão aprofundada das relações da UE com a Bielorrússia, afirmaram em comunicado os 27 países do bloco.

Fachada da Caixa Econômica Federal
Economia

Caixa credita hoje auxílio emergencial para nascidos em julho

O auxílio, com parcelas de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras), foi criado para reduzir os efeitos da crise econômica causada pela pandemia de covid-19.

Londres, coronavírus, covid - 19
Internacional

Museu da Ciência reabrirá em Londres no próximo dia 19

Museu oferece ingressos online com hora marcada para um número reduzido de visitantes, a fim de permitir o distanciamento social e controlar a movimentação.