Juiz federal determina desocupação da UnB em 48 horas

Publicado em 21/11/2016 - 16:49 Por André Richter – Repórter da Agência Brasil* - Brasília

unb

Corredores do Instituto Central de Ciências da Universidade de Brasília. A reitoria da instituição está ocupada por estudantes desde o dia 31 de outubro Divulgação/UnB

O juiz federal Itagiba Catta Pretta, da 4ª Vara Federal no Distrito Federal, determinou hoje (21) a desocupação imediata das instalações da Universidade de Brasília (UnB). Atualmente, 15 áreas da universidade estão ocupadas por estudantes contrários à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 55, que impõe teto de gastos para os Três Poderes e está em votação no Senado. As ocupações na UnB tiveram início no dia 31 de outubro. 

O juiz atendeu um pedido liminar feito por um cidadão chamado Edinalton Silva Rodrigues. De acordo com a decisão, o reitor da UnB, Ivan Camargo, será notificado sobre a decisão para que promova a desocupação em 48 horas.

Segundo o juiz, o reitor, "como administrador público, tem poderes-deveres e meios a sua disposição para a desocupação, inclusive requisitando o uso de força policial".

Itagiba também determinou que, em caso de descumprimento da decisão, o mandado de cumprimento da decisão seja devolvido para "as providências cabíveis a sua efetivação".

"Ficam todos os que este documento virem advertidos para as conseqüências cíveis, administrativas e criminais do descumprimento de ordens judiciais, que poderão ser instrumentadas, inclusive para fins de responsabilização patrimonial, pela parte autora, contra as pessoas físicas e jurídicas responsáveis pelos prejuízos que lhe forem causados", afirmou.

Em sua decisão, o juiz também afirmou que a ocupação tem prejudicado o "acesso de estudantes ao ensino superior, com o adiamento do Enem [Exame Nacional do Ensino Médio] para diversos estudantes secundaristas". Para Itagiba, "o objetivo do movimento é político".

"É público e notório que o objetivo do movimento é político, direciona-se à rejeição de projeto de emenda constitucional. Matéria que não tem relação direta com a atividade acadêmica, o que retira qualquer legitimidade dos atos de ocupação/invasão. Sob todos os aspectos, a invasão/ocupação não pode prevalecer", disse.

Estudantes

Em nota, os advogados que representam os estudantes criticaram a decisão e afirmaram que o juiz "é conhecido por decisões ideológicas de direita, parciais e instrumentais para interesses políticos."

Além disso, os representantes afirmam que a decisão está "sem fundamentação sobre a presença dos pressupostos para a urgência" necessária para a liminar. Os advogados também questionaram a legitimidade jurídica de um cidadão – no caso, Edinalton Silva Rodrigues - recorrer ao juiz.

Universidade

A Agência Brasil entrou com contato com a assessoria da UnB, que afirmou que a instituição ainda não foi comunicada oficialmente sobre a decisão de reintegração de posse. Assim que receber o documento, a universidade deve se pronunciar.

 

*Colaborou Mariana Tokarnia

Edição: Lílian Beraldo

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Programa Vigia recebe base fluvial para combate ao tráfico

Também foi entregue a primeira de sete torres de comunicação com rádios móveis e portáteis. A torre foi instalada na cidade de Iranduba (AM).

basquete em cadeira de rodas, seleção brasileira, Rio 2026
Esportes

Coluna - Justo ou injusto?

Reclassificação no basquete tira atletas do movimento paralímpico. Dos 132 reenquadrados, 119 foram considerados aptos a competir em Tóquio, e nove inelegíveis.

Ensino a distância cresce mais que presencial
Educação

MEC autoriza aulas a distância em escolas técnicas federais de ensino

Instituições que optarem por suspender aulas presenciais deverão repô-las integralmente e poderão alterar calendários escolares, inclusive recessos e férias.

A Polícia Federal prende o banqueiro Eduardo Plass em nova etapa da Operação Hashtag, desbodramento da Lava Jato no Rio de Janeiro.
Geral

Polícia Federal faz operação contra fraudes nos Correios

Cargas eram distribuídas no fluxo postal sem faturamento ou com faturamento inferior, dando prejuízo de R$ 94 milhões aos Correios. Foram expedidos mandados de afastamento de funcionários.

Governo de São Paulo inicia testes com vacina contra o novo coronavírus.
Saúde

São Paulo usa metrô para vacinar adultos e crianças 

Não é necessário apresentar carteirinha de vacinação. Em todas as estações do Metrô de São Paulo, a campanha estará na área livre do mezanino. Vacinas evitam diversas doenças.

O ministro Gilmar Mendes, durante a segunda parte da sessão de hoje (23) para julgamento sobre a validade da prisão em segunda instância do Supremo Tribunal Federal (STF).
Justiça

Gilmar Mendes suspende efeitos de veto sobre uso máscara em presídios

A decisão suspende “apenas os efeitos dos vetos feitos por meio de republicação, após o prazo de 15 dias para o exercício da deliberação executiva sobre o projeto de lei”, diz STF.