Primeira turma com currículo do novo ensino médio se forma

Estudantes falam de empregabilidade após conclusão da etapa

Published in 14/04/2021 - 18:00 By Leandro Martins - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Cento e noventa e oito estudantes conseguiram vencer as dificuldades durante a pandemia do coronavírus e se formaram do novo ensino médio. São jovens de cinco estados brasileiros, de turmas que ingressaram em 2018 e concluíram o curso em dezembro do ano passado.

Eles fazem parte da primeira turma de formandos no curso de eletrotécnica de um projeto piloto implementado pelo Serviço Social da Indústria (Sesi) em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Mais de 80% deles vieram de escolas públicas.

Um desse alunos é Ivo Cidrão, do Ceará, que já conseguiu emprego e diz ter realizado um sonho.

A estudante Júlia Guese, do Espírito Santo, também ficou satisfeita com o resultado.

O gerente executivo de educação do SESI, Wisley Pereira, relata que o mercado de trabalho está assimilando rapidamente os estudantes dos cursos técnicos.

O novo ensino médio permite que o estudante escolha a área de estudo com que tenha mais afinidade. Uma parte do conteúdo é do currículo comum, e a outra é direcionada a uma área técnica, que pode ser linguagem, matemática, ciências da natureza, ciências humanas ou ensino técnico.

Durante os três anos de curso, os estudantes recebem até 1,8 mil horas de aulas dedicadas à Base Nacional Comum Curricular e, pelo menos, mais 1,2 mil horas dedicadas aos programas de formação de livre escolha.

Os 27 estados brasileiros aderiram ao Programa de Apoio ao Novo Ensino Médio. Até o momento, mais de 4,1 mil escolas participam do programa, que já contemplou quase 2 milhões de alunos. As escolas de todo o país têm até 2022 para implementar o novo modelo.

Edition: Nádia Faggiani/ Sumaia Villela

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Health

Câmara discute autorização do cultivo da maconha para uso medicinal

Agressão e bate-boca marcaram a discussão na Câmara dos Deputados sobre o projeto de lei que autoriza o cultivo da maconha para fins medicinais e a votação da medida foi adiada.

Baixar arquivo
Segurança

Golpe! Falsários enviam carta informando sobre supostas indenizações

Mais um golpe na praça. Tem gente se passando por representante do Ministério da Economia e enviando uma carta para contribuintes informando sobre supostas indenizações ou resgate de contribuições previdenciárias.

Baixar arquivo
International

Consulado do Japão oferece 6 tipos de bolsas de estudo a brasileiros

As oportunidades são para cursos de graduação com duração de 5 anos; escola técnica com previsão de formação em 4 anos e cursos profissionalizantes com duração de 3 anos.

Baixar arquivo
Health

Prefeitura do Rio vacina pessoas a partir de 41 anos com comorbidades

A partir desta semana, a Prefeitura do Rio de Janeiro passa a vacinar duas faixas etárias por dia contra a covid-19. A imunização será para quem tem 42 e 41anos e tem comorbidades. Profissionais de saúde também devem procurar os postos de vacinação de acordo com a idade.

Baixar arquivo
Cultura

RJ: Palacete do Museu Histórico da Cidade reabre após dez anos fechado

Depois de uma década fechado, o Palacete do Museu Histórico da Cidade, na Gávea, zona sul do Rio de Janeiro, foi reaberto nesta terça-feira (18), que comemora o Dia Internacional dos Museus.

Baixar arquivo
Human Rights

Intérpretes de línguas indígenas podem atuar na justiça de Tocantins

Profissionais intérpretes de línguas indígenas e peritos antropólogos podem se credenciar para ajudar no atendimento de indígenas acusados ou condenados por crimes no estado do Tocantins.

Baixar arquivo