Anemia em crianças com menos de 5 anos caiu pela metade em 13 anos

Doença recusou de 20,9% em 2006 para 10% em 2019, segundo pesquisa

Publicado en Sábado, 16 Enero, 2021 - 10:00 Por Renata Martins - Brasília

O número de crianças de até cinco anos de idade com anemia diminuiu pela metade nos últimos 13 anos.

A falta de ferro no sangue causa fadiga, pode atrapalhar o crescimento e desenvolvimento e deixa a criança mais exposta a doenças infecciosas.

O Estudo Nacional de Alimentação e Nutrição Infantil, Enani, foi realizado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro a pedido do Ministério da Saúde.

A doença recuou de 20,9% em 2006 para 10% em 2019. Segundo a pesquisa, a anemia é mais comum em bebês de seis a 23 meses de vida.

O levantamento também mapeou outros indicadores nutricionais. A carência de vitamina A apareceu em apenas 6% dos casos estudados, representando uma redução de 65,5% se comparado aos resultados de 13 anos atrás.

Paula dos Santos Leffa, consultora de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, avalia o resultado da pesquisa.

Anemia por deficiência de ferro está diretamente ligada aos hábitos alimentares das crianças.

Andrea Magalhães, do Distrito Federal, tomou um susto ao descobrir a anemia da filha de 4 anos, no ano passado. A origem do problema estava na alimentação.

A nutricionista Lívia Batista afirma que muitos pais permitem que as crianças substituam o arroz, feijão e verduras por biscoitos, sanduiches e outras guloseimas. Lívia trabalha no hospital infantil da rede pública Albert Sabin, em Fortaleza. A nutricionista alerta que a doença também está relacionada à pobreza.

Para prevenir a doença é importante consumir alimentos ricos em ferro, como carnes, feijão e folhas verdes escuras, como brócolis.

De acordo com o estudo encomendado pelo Ministério da Saúde, o Sudeste foi a região que teve a maior redução de prevalência de anemia nas crianças, mais de 14%; e o Centro-Oeste, a menor: 1,6%.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Economía

Prazo para prestar conta com o Leão começa nesta segunda-feira

Começa a correr nesta segunda-feira (01) o prazo para a apresentação das contas ao Leão. O contribuinte pode entregar a Declaração do Imposto de Renda até o dia 30 de abril e precisa ficar atento a algumas mudanças.

Baixar arquivo
Salud

Dia Mundial da Doença Raras marca importância do diagnóstico

No dia em que se celebra o Dia Mundial da Doença Rara nós temos uma missão, identificar a complexidade dessa luta junto à entidades, órgãos governamentais e pacientes.

Baixar arquivo
General

Chuvas fortes causaram estragos em várias regiões do país em fevereiro

Fevereiro se despede com chuvas fortes que causaram estragos em várias regiões do Brasil. O mapa meteorológico do país durante o mês ficou todo marcado com as cores amarela, laranja e vermelha, em alerta de perigo por causa da quantidade de chuvas.

Baixar arquivo
Salud

Novo decreto do governador do DF visa para diminuir aglomerações

O Distrito Federal entrou em lockdown neste domingo (28), valendo até o dia 15 de março. O novo decreto do governador Ibaneis Rocha, publicado nesse sábado, é para diminuir as aglomerações, já que faltam leitos hospitalares para covid-19.

Baixar arquivo
Economía

Postos de combustíveis vão receber dispositivo de certificação digital

Quem tem carro, moto ou caminhão sabe que as despesas com o combustível estão pesando cada vez mais no bolso.

Baixar arquivo
General

Pará entra no período de alta safra da pupunha e produção do palmito

Em época de alta safra da pupunha no Pará, especialista chama a atenção para mais investimentos neste mercado. 

Os detalhes com João Paulo Seabra Rádio Cultura FM de Belém. 

Baixar arquivo