Campanha chama a atenção para o combate ao mosquito Aedes aegypti

Publicado en 30/11/2021 - 15:26 Por Nádia Faggiani - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

O Ministério da Saúde lançou nesta terça-feira (30) a campanha de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus. A ação é para informar e mobilizar toda a sociedade sobre a importância de manter as ações de eliminação de focos do mosquito - especialmente neste período que antecede o verão - para evitar surtos e epidemias.

Doze estados brasileiros apresentaram aumento de casos de dengue este ano em relação ao ano passado. A maior variação foi no Amapá, de 354,7%, passando de 53 para 241 casos no período. Alagoas está em segundo lugar, com variação de 187%. Lá, o número de casos de dengue passou de 2.215 no ano passado para 6.357 este ano.

Os casos de chikungunya cresceram em 17 estados, com destaque para São Paulo, com uma variação de 3.779% em relação a 2020. No ano passado, São Paulo teve 468 casos de chikungunya; este ano saltou para 18.156 casos.  Em seguida está o estado de Goiás, que passou de 48 casos para 562 de um ano para o outro.

De acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), o Brasil tem mostrado uma estratégia favorável de combate ao mosquito Aedes aegypti, com o uso de inseticidas de primeira ponta e tem sido pioneiro em detectar novos arbovírus. Nesse contexto, a coordenadora da unidade de Vigilância da Opas, Maria Almiron, fez um chamado para que, neste cenário de pandemia da covid-19, o Brasil seja pioneiro no controle de vetores em 2022.

Representando o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, no lançamento, o secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Medeiros, explicou que a campanha vai durar cerca de 30 dias e conta com a ajuda da população.

Os casos de zika vírus também tiveram aumento de 2020 para 2021 em 12 estados - com destaque para o Acre, que passou de 21 para 205 casos do ano passado pra cá, e Roraima, que aumentou de três para 24 casos.

Edición: Nathália Mendes

Últimas notícias
General

Falésias de Morro de São Paulo (BA) correm risco de desabamento

O alerta da prefeitura de Cairu, na Bahia, foi reforçado após o período de fortes chuvas no estado. Há trechos de Morro de São Paulo onde há, inclusive, condomínios residenciais que ficam perto das falésias. Quem mora, ou trabalha nessas áreas, já foi informado sobre os riscos.

Baixar arquivo
Economía

Índice Geral de Preços registra alta de 17,82% nos últimos 12 meses

A inflação medida pelo IGP-10,  Índice Geral de Preços, calculado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas, subiu 1,79% em janeiro.

Baixar arquivo
General

Volta do rodízio registra trânsito abaixo da média na capital paulista

Houve apenas um pico de 1,5% das vias congestionadas às 8 horas e a partir das 10h também foi registrado um fluxo abaixo para o dia e horário com 0,5% das vias congestionadas nesse período.

Baixar arquivo
Cultura

Nove em dez artistas perderam dinheiro durante a pandemia no Brasil

Este é um dos dados da pesquisa "Músicos e Pandemia", realizada em parceria entre a União Brasileira dos Compositores e a ESPM, Escola Superior de Propaganda e Marketing. E quase metade dos entrevistados perderam 100% da renda que ganhavam com música antes da pandemia. 

Baixar arquivo
Salud

Aparecimento de superfungo em Pernambuco coloca autoridades em alerta

O microrganismo tem uma alta taxa de letalidade e é resistente a antifúngicos e outros medicamentos.

Baixar arquivo
Cultura

Com retorno do público ao cinema, bilheteria cresce 35% em 2021

Segundo Tiago Mafra, diretor da Ancine, a Agência Nacional do Cinema, a reação veio com o avanço da vacinação e a reabertura gradual das salas a partir de 2021.

Baixar arquivo