Agropecuária convencional emite 20% dos gases de efeito estufa

Publicado en 29/11/2023 - 08:01 Por Oussama El Ghaouri - Repórter Rádio Nacional - Brasília

As mudanças climáticas têm impactos reais na vida das pessoas. Uma das consequências é a dificuldade no acesso a alimentos quando produção é afetada.

Segundo especialistas, a agricultura convencional contribui para o aquecimento global. E isso impulsiona as mudanças climáticas que geram impactos negativos sobre o próprio cultivo de alimentos.

É o que explica a pesquisadora da Embrapa, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Mariane Carvalho Vidal. 

De acordo com a Climate Watch, que reúne dados do clima e das atividades humanas, a agropecuária convencional emite 20% dos gases de efeito estufa.

O agrônomo e pesquisador da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Jean Philippe Revillion, explica como isso acontece.

No caso do metano liberado pelo gado, temos que diferenciar os animais confinados, alimentados com ração, dos que vivem no pasto.

Para especialistas em pecuária, na pastagem, o gado libera metano, mas não acrescenta carbono extra à atmosfera.

Isso porque esse carbono do metano entra depois no crescimento do pasto  em um processo chamado de fotossíntese.

É o que explica a especialista em pecuária orgânica e médica veterinária pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Ângela Escosteguy.

Para Ângela Escosteguy, a pecuária que causa problemas ao meio ambiente é a de confinamento e não a de pastagem.

Segundo o agrônomo Jean Revillion, a emissão crescente dos gases do efeito estufa já impacta a agropecuária.

Estudos da Embrapa apontam que 80% das terras agricultáveis no mundo são cultivadas com poucas espécies vegetais. E isso afeta a resiliência das culturas: a capacidade de adaptação e resistência às mudanças climáticas.

E o impacto nas próximas décadas será na produtividade agrícola, na avaliação da pesquisadora da Embrapa Mariane Vidal.

Para a Embrapa, os eventos climáticos extremos já são responsáveis por 25% a 35% das oscilações dos preços agrícolas.

E, para a ONU, com o crescimento da população, os preços serão mais altos, com escassez de alimentos. Então, é preciso agir.

Mas, como a agropecuária pode ajudar? Isso, você acompanha na próxima reportagem.

 

Edición: Sheily Noleto / Alessandra Esteves

Últimas notícias
Cultura

Lula participa da abertura da 4ª Conferência Nacional da Cultura

A iniciativa reúne as principais representações públicas culturais do país para discutir o Plano Nacional de Cultura dos próximos 10 anos. O evento ocorre entre os dias 4 e 8 de março, em Brasília.

Baixar arquivo
Justicia

Uber pede ao STF que suspenda processos sobre vínculo trabalhista

Na petição encaminhada ao STF, o escritório que representa a empresa sustenta que a medida é necessária para aguardar o posicionamento final da Corte sobre o tema. Na semana passada, o STF reconheceu a chamada repercussão geral sobre o tema.

Baixar arquivo
Segurança

Dois detentos fogem de penitenciária em Campo Grande

Foi a primeira fuga registrada no sistema penitenciário federal no Mato Grosso desde que ele foi criado, em 2006, para isolar lideranças de organizações criminosas e presos de alta periculosidade.

Baixar arquivo
Cultura

Conferência Nacional de Cultura retorna, valorizando a diversidade

A quarta Conferência Nacional de Cultura marca o retorno do Ministério da Cultura, extinto em 2019. A última conferência foi em 2013.

Esse evento é importante porque é um espaço de debate de políticas públicas de cultura.

Baixar arquivo
Política

Lula apresenta projeto que regula trabalho de motorista de aplicativo

O projeto só atinge motoristas que transportam passageiros por carro. Outras modalidades de entrega, com moto e bicicleta, não fazem parte do acordo.

Baixar arquivo
Salud

Amazonas declara surto de febre oropouche

Estado registrou 1.670 casos desde o início do ano. A doença é transmitida pelo mosquito Culicoides paraenses, mais conhecido como maruim. Os sintomas são o mesmo da dengue: febre, dor de cabeça, dor nas articulações, vômito, diarreia. Ainda não há mortes relacionadas à doença

Baixar arquivo