Brasileiras ficam em segundo na Copa do Mundo Universitária de Futebol

Equipe chegou invicta à final, mas perdeu para as canadenses por 1 a 0

Publicado em 02/12/2019 - 17:27 Por Agência Brasil* - Brasília

O Brasil conquistou neste fim de semana o vice-campeonato da primeira edição da Copa do Mundo Universitária de Futebol, na China. A final feminina foi disputada por duas equipes invictas na competição: Unip-SP e Universidade de Ottawa.

As brasileiras tinham números melhores – marcaram 25 gols e não havia sofrido nenhum até então –, mas canadenses ganharam por 1 a 0, conquistando o primeiro título da competição.

Com menos de 2 minutos de partida, a equipe do Canadá abriu o placar com um gol de cabeça da atacante Morton. Com a vantagem tão cedo, a equipe se fechou e conseguiu segurar o jogo até o final, mesmo com a pressão das brasileiras.

“Talvez precisássemos jogar com um pouco mais de calma”, disse o chefe de equipe da Unip-SP, Flávio de Oliveira., que se disse orgulhoso de como as brasileiras jogaram. “Jogamos muito bem, mas, para terminar nossos ataques, precisávamos de um pouco mais de compostura e tranquilidade para esses momentos.”

O técnico do Canadá, Steve Johnson, disse que sabia que o jogo não seria fácil. “Eu sabia, pela qualidade das equipes aqui, que seríamos colocados em situações desconfortáveis. A Universidade Paulista desafiou a qualidade de nossas jogadoras ao máximo”, afirmou.

Prêmios individuais

A brasileira Mylena Pedroso, número 9 da Unip-SP foi a artilheira da competição, com 9 gols marcados. “Quando chegamos aqui, eu não podia imaginar que acabaria sendo a artilheira. Agradeço a toda a equipe porque foram elas que me ajudaram a chegar lá”, afir,mou, emocionada.

A goleira Fernanda Delazere também ganhou um prêmio individual. Foi considerada a melhor na posição. E não foi para menos: até a final, ela não havia sofrido um único gol.

*Com informações da Confederação Brasileira do Desporto Universitário

Edição: Nádia Franco

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Live Jair Bolsonaro 13.08.2020
Política

Bolsonaro: não existe tentativa de furar o teto de gastos

Bolsonaro defendeu a realização de investimentos públicos em áreas sociais e obras de infraestrutura, mas disse que não existe tentativa de "golpe" para "furar o teto".

A partir de hoje (17) estão liberadas as práticas de esportes coletivos como vôlei, futevôlei, beach tennis e futebol nas praias do Rio de Janeiro.
Geral

Senado aprova auxílio de R$ 600 para trabalhadores do esporte

O Senado aprovou hoje um projeto de lei que regulariza o recebimento do auxílio emergencial por funcionários e atletas do setor de esportes.

Edifício sede do Superior Tribunal de Justiça STJ
Justiça

Ministro do STJ revoga prisão domiciliar de Queiroz e esposa

 Fabrício Queiroz é investigado em um suposto esquema de rachadinha na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro. 

Vista geral da favela Morro Azul, na zona sul do Rio de Janeiro.
Geral

Rio: 1,4 mil mortes por covid-19 foram em favelas, mostra painel

Número se referem às favelas da capital. O estado do Rio de Janeiro registrou 14.080 óbitos desde a chegada do novo coronavírus no Brasil, dos quais 8.612  na capital.

O TSE aumentou o esquema de segurança para acessar o prédio do tribunal neste domingo
Justiça

TSE adia decisão a respeito de tese sobre abuso de poder religioso

Até o momento, os ministros Alexandre de Moraes e Tarcísio de Carvalho Neto votaram contra a medida. Somente o relator, Edson Fachin, defendeu a tese para punição. 

Escola fechada por cinco dias após relatos de coronavírus.
Justiça

TJRJ determina que escolas se preparem para retorno, mesmo em greve

Decisão diz que 70% dos funcionários do administrativo devem retornar ao trabalho presencial, mesmo durante a greve, para prepararem a volta às aulas.