Um ano sem cores alegres para o Botafogo

Clube não brilhou no futebol e aposta em clube-empresa

Publicado em 30/12/2019 - 11:38 Por Rodrigo Ricardo - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

O ano de 2019 não vai deixar saudade para os botafoguenses. Dentro das quatro linhas, o alvinegro carioca fracassou em tudo que disputou. Diferente do basquete do clube, que conquistou a Liga Sul-Americana. Voltando ao futebol, as glórias passaram longe de General Severiano. No Campeonato Carioca, o glorioso não foi nem às semifinais e terminou em oitavo lugar no torneio. Na Copa do Brasil, foi até a terceira fase e acabou eliminado pelo Juventude. O mesmo aconteceria diante do Atlético-MG pelas oitavas-de-final da Sul-Americana. No Brasileirão, amargou o 15º lugar, após três trocas de técnicos.

Ouça na Rádio Nacional

Para 2020, o Botafogo mudou o gerente de Futebol, colocando Valdir Espinosa no lugar de Anderson Barros. Cinco reforços já estão confirmados para a próxima temporada: o lateral-esquerdo Guilherme Santos, o centroavante Pedro Raul, o zagueiro Ruan Renato, o volante Thiaguinho e o atacante peruano Alexander Lecaros.

Felipe Vizeu, formado na base do Flamengo e com passe pertencente a Udinese (Itália) também está nos planos alvinegros. Nestes últimos dias do ano, os sócios do clube aprovaram a criação do Botafogo S/A, empresa que vai cuidar de todos os assuntos relativos ao futebol.

Edição: Fábio Lisboa

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias