Coronavírus: Governo da Itália confirma jogos com portões fechados

Clássico entre Juventus e Inter de Milão acontece sem torcida

Publicado em 25/02/2020 - 16:32 Por Fábio Lisboa - Jornalista da TV Brasil - Rio de Janeiro

O Ministro da Política da Juventude e do Esporte da Itália, Vincenzo Spadafora, afirmou nesta terça (25) que permitiu a realização, com portões fechados (sem público), de alguns jogos da 26ª rodada da Série A (Primeira Divisão) do Campeonato Italiano no próximo final de semana como forma de impedir o avanço do Coronavírus no país.

Em entrevista à emissora italiana TG2 Spadafora declarou: “Vamos proibir eventos esportivos na Lombardia, Veneto e Piemonte, além de Friuli-Venezia Giulia, Ligúria e Emilia Romagna. A proibição vai até o próximo domingo [1º de março]. De forma a atender os pedidos do mundo do esporte, e sem prejudicar a proibição de realização de eventos esportivos em seis regiões do norte da Itália, permitimos a realização de alguns jogos com portões fechados”.

O ministro apresenta esta posição um dia após o presidente da Federação de Futebol de Itália, Gabriele Gravina, pedir ao Governo que partidas da primeira divisão programadas para a região norte da Itália sejam realizadas com portões fechados.

Desta forma, cinco dos dez jogos da próxima rodada do Campeonato Italiano acontecerão sem torcida, com destaque para o clássico entre Juventus e Inter de Milão, em Turim. As outras partidas são: Milan x Genoa, Parma x Spal, Udinese x Fiorentina e Sassuolo x Brescia.

Liga Europa sem torcida

Antes mesmo da declaração do Ministro da Política da Juventude e do Esporte da Itália, a Inter de Milão já havia anunciado que o jogo contra o Ludogorets (Bulgária), que acontece na próxima quinta (27) no estádio Giuseppe Meazza (Milão) e que é válido pela segunda fase da Liga Europa, será com portões fechados.

Coronavírus leva a cancelamento de evento

Também por conta do avanço do Coronavírus, o Comitê Paralímpico local e os organizadores da etapa de Lignano Sabbiadoro do World Para Swim Series (circuito mundial de natação paralímpica) já haviam cancelado o evento que aconteceria entre 27 de fevereiro e 1º de março na Friuli-Venezia Giulia, uma das 20 regiões administrativas da Itália (justamente no norte do país, local com maior número de casos de Coronavírus).

Edição: Verônica Dalcanal

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias