Covid-19: empregos mantidos no Fluminense

Dirigente tricolor tomou caminho diferente de Vasco e Flamengo

Publicado em 12/05/2020 - 15:48 Por Rodrigo Ricardo - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

Diferente de outros clubes do Rio de Janeiro, como Vasco e Flamengo, o Fluminense escolheu não demitir nenhum funcionário em meio à crise causada pela pandemia do novo coronavírus (covid-19). Em uma live no Instagram com o juiz do trabalho Marcos Dias de Castro, o presidente do Tricolor carioca, Mário Bittencourt (advogado especializado em ações trabalhistas envolvendo clubes e jogadores de futebol) explicou os meandros desta escolha.

“Durante 18 anos fiquei na ponta onde estouram os problemas, vendo o clube ser condenado em centenas de verbas justamente por não ter paciência para negociar”, afirmou Mário, que disse que todos os atletas assinaram um acordo e houve uma assembleia por videoconferência dirigida pelo sindicato.

Segundo o dirigente tricolor, só foi possível a preservação dos empregos porque os que ganham mais aceitaram reduzir os vencimentos. “Tivemos um movimento bacana logo que paralisou o clube: nossos gerentes e diretores mandaram uma carta para mim propondo uma redução dos próprios salários em função das pessoas menos favorecidas”, declarou Mário, reiterando que até o momento não houve nenhuma demissão desde a paralisação do futebol em meados de março.

Edição: Fábio Lisboa

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Prefeito de Duas Barras, no Rio, morre vítima da covid-19

Equipe médica relatou que o político estava em franca recuperação, mas apresentou febre na tarde de ontem. Embora tenha sido medicado, não resistiu.

Logotipo do Google é exibido dentro de um prédio de escritórios em Zurique, Suíça.
Internacional

Google transforma smartphones Android em sensores de terremotos

"Estamos no caminho certo para enviar alertas de terremotos onde quer que haja smartphones", disse Richard Allen, diretor do laboratório sismológico da Universidade da Califórnia em Berkeley.

A Polícia Federal e a Receita Federal
Geral

PF e MPF cumprem mandados contra fraudes no fundo de pensão Postalis

A Operação Rebate investiga lavagem de dinheiro e aquisição de joias, metais e pedras preciosas pagos com dinheiro em espécie, por valores superiores a R$ 45 milhões.

leito hospitalar
Saúde

Senai já entregou mais de 2 mil respiradores recuperados a hospitais

Balanço da instituição mostra que 2.007 equipamentos foram entregues a instituições de saúde em 336 municípios de 24 estados e no Distrito Federal.

 A Secretária Nacional da Juventude, Jayana Nicaretta, durante solenidade de Celebração do Dia Internacional da Juventude, no Palácio do Planalto.
Política

Jayana Nicaretta é exonerada da Secretaria Nacional da Juventude

Portaria com a exoneração de Jayana do cargo, a partir de 7 de agosto deste ano, está publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira.

Primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern
Internacional

Covid-19: Nova Zelândia põe maior cidade em lockdown após 102 dias

Primeira-ministra Jacinda Ardern disse que Auckland entrará no nível três de restrições, a partir do meio-dia dessa quarta-feira (12), por "precaução". Moradores terão de ficar longe do trabalho e da escola.