Botafogo de Ribeirão vê ilegalidade na volta do Campeonato Paulista

Clube contesta adequação em data de inscrição e retomada no dia 22

Publicado em 10/07/2020 - 17:15 Por Lincoln Chaves - Repórter da TV Brasil e da Rádio Nacional - São Paulo

O Botafogo de Ribeirão Preto (SP) vê como “inadequadas” e “potencialmente ilegais” as adequações de datas para registro e inscrição de atletas na primeira divisão (Série A1) do Campeonato Paulista, aprovada pelo conselho técnico da Federação Paulista de Futebol (FPF) na última quinta (9). Em longo comunicado, o clube também discorda do retorno do torneio em 22 de julho, por avaliar que as condições sanitárias atuais são piores que na ocasião em que a competição foi interrompida, em 16 de março, devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19).

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

O Botafogo Futebol SA vem por meio desta nota esclarecer suas considerações e posicionamento adotados na reunião do Conselho Técnico do Campeonato Paulista Série A1 realizada na data desta quinta-feira (9). 1. O retorno do campeonato estadual neste momento, em condições sanitárias piores comparadas ao momento de sua interrupção, se dá de forma precipitada e insensível aos desafios e riscos que a sociedade – e em particular o torcedor – enfrenta em razão da evolução do número de casos da COVID-19 no Estado de São Paulo; 2. É sabido e constantemente divulgado pelos órgãos de imprensa que tais desafios e riscos são especialmente dramáticos no interior do Estado, onde se localizam nove dos 16 clubes participantes da competição, e por consequência seus torcedores. Vale lembrar que a grande maioria das cidades do interior do Estado está classificada na “Fase Vermelha do Plano de Enfrentamento do Coronavírus”, a de maior restrição; 3. A região de Ribeirão Preto é uma das mais afetadas, com a possibilidade de implementação de lockdown pela prefeitura, tendo o BFSA ficado impedido de realizar treinamentos regulares com seu grupo de atletas por determinação dos Poderes constituídos; 4. É de pleno conhecimento que o BFSA não podia realizar seus treinamentos em Ribeirão Preto. Além da recorrente prestação de informações, no dia 01 de julho o site oficial da própria FPF divulgou matéria com o seguinte título: “Sem definir local, Botafogo mantém os testes físicos e treino online”, indicando que “cidade de Ribeirão Preto está na fase vermelha de classificação do governo e treinamentos não foram liberados”, embora a matéria tenha sido posteriormente retirada do ar; 5. Somado a isso, no dia 23 de junho o BFSA iniciou a coleta de testes nos termos do Protocolo de Retomada da FPF e identificou que 14 de seus membros testaram positivo para COVID19, sendo 9 deles atletas de seu elenco profissional, todos imediatamente afastados e impedidos de realizar os testes físicos estabelecidos no referido protocolo, que se iniciaram no dia 01 de julho. Todos os resultados dos testes e informações complementares foram definitivamente encaminhado à FPF. Confira a matéria completa no site!

Uma publicação compartilhada por Botafogo Futebol SA (de 🏠) (@botafogosp) em

A FPF autorizou que as equipes possam registrar atletas até o próximo dia 20 e inscrevê-los até dia 21. A entidade justifica a mudança “diante da paralisação do campeonato por mais de três meses”. Clubes que perderam atletas cujos contratos terminaram em abril (quando, a princípio, terminaria o Estadual) poderiam recontratar jogadores e recompor seus elencos para dar sequência ao torneio.

O Botafogo, porém, diz que o prazo de inscrição foi encerrado antes da interrupção da competição, “configurando clara afronta ao artigo 9º do Estatuto do Torcedor”, segundo nota do time tricolor. No comunicado, a agremiação afirma que “não medirá esforços para buscar junto aos órgãos competentes a preservação de seus direitos, bem como a garantia da igualdade, do fair play desportivo e do equilíbrio competitivo entre os clubes na estrita forma que estabelece o artigo 40 do Regulamento Geral de Competições da própria FPF”.

A equipe tem, atualmente, a segunda pior campanha do Estadual. Com a manutenção do rebaixamento, se o campeonato terminasse hoje, o Botafogo seria um dos times a descer à Série A2 (segunda divisão). O clube entende não estar em condição de igualdade, já que ainda não foi liberado para reiniciar as atividades em grupo na cidade de Ribeirão Preto (a região onde se encontra o município está na fase vermelha, a mais restritiva do Plano São Paulo, definido pelo governo paulista para flexibilizar a quarentena no estado).

A última atualização do Plano, de cinco fases, ocorreu nesta sexta (10). A determinação do governo, acatada pela FPF, é que os jogos do Paulistão só ocorram em cidades da fase amarela, terceira etapa do processo de flexibilização. Por enquanto, somente a cidade de São Paulo, a maior parte da região metropolitana da capital e a Baixada Santista se enquadram na exigência. As partidas não terão presença de torcedores.

Edição: Fábio Lisboa

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Hospital de campanha do Maracanã no Rio de Janeiro
Justiça

Justiça diz que Saúde não pode desmobilizar hospitais de campanha

Segundo a SES, hospitais de São Gonçalo e do Maracanã estão abertos, mas sem pacientes por causa da disponibilidade de vagas em unidades regulares da rede estadual.

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, fala à imprensa , após reunião com o presidente Jair Bolsonaro no Palácio da Alvorada
Justiça

Defesa de Onyx assina acordo de não persecução penal com a PGR

Apesar do acordo fechado com a PGR, é necessário que o caso seja analisado pelo Supremo Tribunal Federal. Ministro-relator vai decidir se homologa acordo.

Hospital de campanha para vítima de Covid-19 em Santo André, São Paulo
Saúde

Covid-19: Brasil registra mais 561 mortes; total chega a 94.665

Doença atingiu 2,75 milhões de brasileiros; 69,5% já se recuperaram. Atualmente, 743.334 pacientes estão em acompanhamento.

Painel Resolveu
Geral

EBC fica em primeiro no ranking de elogios entre instituições federais

De 1º de janeiro a 31 de julho, a administração federal recebeu 4.656 elogios de usuários de 333 instituições; EBC recebeu 417 elogios, e Ministério da Economia, 375.

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES
Economia

BNDES seleciona fundos de crédito não bancário para pequenas empresas

Com isso, BNDES busca mitigar impactos da pandemia de covid-19 na economia e, por meio de canais não bancários, ampliar crédito para pequenos empreendedores.

Dolar-Moeda estrangeira
Economia

Dólar ultrapassa R$ 5,30 e fecha no maior valor em duas semanas

Nos Estados Unidos, alta da indústria e impasse em negociações de novo pacote de estímulos pressionaram cotação. No Brasil, mercado aguarda reunião do Copom.