Brasil atropela Tunísia pelo Mundial de Futebol de Areia Raiz

Goleada por 5 a 2 encaminha classificação brasileira à próxima fase

Publicado em 09/12/2020 - 23:01 Por Lincoln Chaves - Repórter da TV Brasil e da Rádio Nacional - São Paulo

O Brasil chegou à segunda vitória na primeira edição do Mundial de Futebol de Areia Raiz, na Arena Gladiadores da Bola, no Parque Olímpico do Rio de Janeiro. Nesta quarta-feira (9), a seleção nacional goleou a Tunísia por 5 a 2, no duelo que encerrou a segunda rodada da competição. A partida foi transmitida ao vivo pela TV Brasil.

Pelo regulamento do Mundial de Futebol de Areia Raiz, vitórias por três ou mais gols de diferença valem quatro pontos. Se o triunfo for por menos de três gols, o time leva três pontos. Na terça-feira (10), o Brasil havia vencido a França por 5 a 3. Os brasileiros, portanto, somam sete pontos (quatro de quarta e três de terça) pelo Grupo B. Os tunisianos, com dois tropeços, não somaram pontos no Grupo A.

Derrotada na estreia pelo Uruguai, por 4 a 3, a Tunísia iniciou o jogo no ataque e saiu na frente aos dois minutos, com Haten Allagui. Com liberdade, o atacante recebeu passe do meia Fethi Brahim e só teve o trabalho de tocar para o gol vazio. O Brasil não demorou a tomar o controle da partida, em atuação inspirada de Pedrinho Carioca. Aos quatro minutos, o ala marcou um golaço de bicicleta. Aos oito e aos 15, o camisa 8 converteu dois pênaltis e ampliou a vantagem do time da casa.

A seleção brasileira manteve o ritmo no segundo tempo e marcou o quarto aos três minutos, em uma meia bicicleta do atacante Jonatan Guerreiro. Aos sete, o meia Dino Tambaú chutou cruzado e marcou o quinto. Aos oito, a Tunísia ainda diminuiu em outro gol de Allagui. O camisa 9 do time africano cobrou falta com força, a bola bateu na trave e nas costas do goleiro Jocimar antes de entrar. O Brasil pressionou atrás do sexto gol, mas o placar não foi mais alterado no Parque Olímpico.

Uruguai vence outra

No jogo que antecedeu a vitória brasileira no Mundial de Futebol de Areia Raiz, o Uruguai derrotou o México por 5 a 3, em duelo também transmitido ao vivo pela TV Brasil. Os mexicanos abriram o placar já no primeiro minuto com o atacante Juan Quian. O segundo saiu aos sete, após chute do meia Uriel Romero que o ala uruguaio Maximiliano Martínez desviou para a própria meta. No lance seguinte, o meia Diego Ferreira diminuiu. O empate veio aos 16, em batida do atacante Pablo Perdomo que resvalou no defensor Francisco Tovar, tirando do alcance do goleiro Victor Pina.

Na etapa final, o México voltou a ficar em vantagem aos três minutos, com Quian. Três minutos depois, Martínez se redimiu do gol contra e deixou tudo igual. O Uruguai virou aos 13, em cabeçada do defensor Darío Quiles. Dois minutos depois, com uma bomba da intermediária, o defensor Santiago Moreira sacramentou a vitória que levou a equipe celeste a seis pontos no Grupo B. Os mexicanos ainda não saíram do zero no Grupo A.

Na partida que iniciou às 20h (horário de Brasília) desta quarta-feira, o Chile derrotou a França por 5 a 2. Os chilenos foram a oito pontos, na liderança do Grupo B, o mesmo do Brasil. Os franceses, por sua vez, sofreram a segunda derrota e permanecem sem pontos ganhos no Grupo A.

Mais Mundial

O Brasil encerra a participação na primeira fase do Mundial de Futebol de Areia Raiz nesta quinta-feira (10), às 21h, contra o México. O duelo será transmitido ao vivo pela TV Brasil, assim como outras três partidas: Paraguai e Uruguai (17h), Colômbia e Chile (18h) e Tunísia e Bolívia (20h). Completa a terceira e última rodada o embate entre França e Angola, às 19h.

O grupo A reúne México, Tunísia, Colômbia, Paraguai e França, enquanto o B tem Brasil, Chile, Uruguai, Bolívia e Angola. Na primeira fase, os times de uma chave pegam os da outra. Os quatro melhores de cada grupo vão às quartas de final, na sexta-feira (11). No sábado (12) ocorrem as semifinais. Tanto a disputa do terceiro lugar como a decisão serão no domingo (13).

O futebol de areia raiz tem diferenças para o beach soccer, cujo Mundial é chancelado pela Federação Internacional de Futebol (Fifa). São seis jogadores por time (em vez de cinco) e dois tempos de 20 minutos (e não três de 12). O piso da competição no Parque Olímpico é de areia compactada (batida), sem ondulações.

Edição: Fábio Lisboa

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias