Corridas de F1 voltarão a começar na hora e treino será encurtado

Desde 2018, os GPs começavam com dez minutos de atraso

Publicado em 29/01/2021 - 17:42 Por Alan Baldwin - Londres (Inglaterra)

Os Grandes Prêmios de Fórmula 1 voltarão a começar na hora nesta temporada, e não dez minutos depois, já que se descartou um cronograma anterior concebido para dar às emissoras mais tempo para estimular o público. A decisão, anunciada nesta sexta-feira (29) pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) e pela F1, uma propriedade da Liberty Media, reverte uma mudança adotada em 2018.

A F1 disse que a alteração ajudará as equipes sob pressão de tempo no dia da corrida e simplificará o cronograma. A maioria das corridas europeias começará às 15h locais.

Agora, as sessões de treino às sextas-feiras terão uma hora de duração, a mesma da sessão de sábado, e não mais 90 minutos.

"Esta redução para uma hora no tempo de treino obrigará as equipes a extrair mais ação na pista para colocar seus carros na posição ideal para a classificação e a corrida", informou o site oficial da F1.

A modalidade justificou o início 10 minutos depois da hora em 2018 dizendo que as emissoras tendiam a entrar ao vivo na hora exata e perdiam "a tensão e a emoção que caracterizam os minutos antes da largada".

"Graças a esta mudança, os telespectadores serão aproximados das equipes e dos pilotos e desfrutarão totalmente do espetáculo oferecido pouco antes de as luzes vermelhas se apagarem", explicou-se à época.

A temporada de 23 provas começa no Barein em 28 de março com uma corrida iniciada após o pôr do sol.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias