Guarani e Botafogo fecham turno da Série B com empate em Campinas

Alvinegro saiu na frente com Navarro, mas Bugre empata com Andrigo

Publicado em 18/08/2021 - 22:24 Por Juliano Justo - Repórter da TV Brasil e da Rádio Nacional - São Paulo

Guarani e Botafogo empataram em 1 a 1 na noite desta quarta-feira (18) no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, pela 19ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

O time do Rio de Janeiro saiu na frente com Rafael Navarro, aos 24 minutos da etapa inicial, em uma jogada irregular, pois houve toque de mão do atacante após bate e rebate com o goleiro Rafael Martins. Aos dois minutos da etapa final, Andrigo empatou o jogo de cabeça.

Com a igualdade, que acabou sendo ruim para os dois times, o Botafogo ficou estacionado na 8ª posição com 29 pontos. O Guarani até subiu uma posição, chegando ao 6º lugar, com 30 pontos, mas perdeu a chance de entrar na zona de classificação à Série A.

Na 20ª rodada, abertura do returno da Série B, o Guarani visita o Vitória no sábado (21), enquanto o Botafogo recebe o Vila Nova um dia depois.

Vila Nova e Vitória ficam no 0 a 0

Vila Nova e Vitória não saíram do 0 a 0 no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia. O resultado deixou os donos da casa próximos do Z4, na 15ª posição com 19 pontos. Enquanto isso, os baianos continuam no Z4, em 18º com 16.

Edição: Fábio Lisboa

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Edifício - sede do Banco Central do Brasil no Setor Bancário Norte
Economia

Copom inicia sétima reunião do ano para definir juros básicos

Com a alta da inflação nos últimos meses, previsão das instituições financeiras é de que a Selic deve subir de 6,25% para 7,5% ao ano.