Força Nacional vai atuar em Pernambuco até fim da greve dos PMs

Eles querem reajuste salarial e do quantitativo de alimentação, além

Publicado em 15/05/2014 - 09:56 Por Andreia Verdélio - Repórter da Agência Brasil - Brasília

O Ministério da Justiça autorizou hoje (15) o envio de homens da Força Nacional de Segurança Pública para Pernambuco, a pedido do governador João Lyra Neto. Na última terça-feira (13), policiais e bombeiros militares decretaram greve em todo o estado, reivindicando reajuste salarial e do quantitativo de alimentação e melhorias no hospital da Polícia Militar.

Em portaria publicada no Diário Oficial da União, a Força Nacional está autorizada a permanecer em Pernambuco pelo período necessário, até o encerramento da greve, para atuar em ações de segurança e ordem pública.

Segundo o subtenente Ricardo Lima, diretor da Associação dos Praças de Pernambuco (Aspra), uma passeata será realizada hoje pela manhã até o Palácio Campo das Princesas, sede do governo. Ele disse que, em reunião na tarde de ontem, o governo propôs fazer um estudo no plano de carreira e investimentos na corporação, mas não sinalizou com aumento salarial.

O governo de Pernambuco disse, em nota, que “no ano de 2011 foi realizada uma negociação entre o governo do estado e os policiais e bombeiros militares, tendo sido pactuado os reajustes para os anos de 2012, 2013 e 2014, o que foi aprovado por toda a categoria. Deste acordo, somente neste ano de 2014 todos militares terão 14,55% de reajuste, o que representa praticamente três vezes a inflação do período.”

Edição: Lílian Beraldo

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias