Médicos alertam idosos para os riscos da catarata

Publicado em 01/10/2014 - 16:56 Por Isabela Vieira - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

oftalmologia, exame

A Associação Brasileira de Catarata e Cirurgia Refrativa sugere que quem passou dos 60 anos faça o exame de catarata periodicamenteImagem de arquivo/Agência Brasil

Para alertar sobre uma das principais causas de cegueira no mundo, a Associação Brasileira de Catarata e Cirurgia Refrativa aproveita o Dia do Idoso, comemorado hoje (1º), e sugere que quem passou dos 60 anos faça o exame periodicamente. A catarata está ligada ao envelhecimento e tem mais chance de aparecer em quem passou dos 40 anos. Doenças como glaucoma, diabetes e o hábito de fumar também favorecem a doença.

Segundo o diretor da instituição, Daniel Montengero, principalmente em países tropicais, como o Brasil, onde incidência de raios solares é alta, é maior o número de pessoas com o problema que causa cegueira. Para detectar a doença e evitar que evolua, ele explica que deve ser feito um exame médico simples, no consultório das redes pública ou privada de saúde.

“A catarata é provocada por uma baixa progressiva da visão que se inicia com a perda de sensibilidade ao contraste, passa para o contraste das cores, a pessoa começa a ver preto e branco e, mais tardiamente, há perda de visão”, explicou.

Nos cálculos da Organização Mundial da Saúde, em todo o mundo, 20 milhões de pessoas sofreram de catarata e perderam a visão, sendo 350 mil brasileiros. Porém, mesmo relacionada ao envelhecimento, a doença pode ser tratada com cirurgia. No procedimento, disponível em hospitais da maior parte do país, é colocada uma lente no olho do paciente.

Para adiar a doença, o médico sugere evitar alimentos como enlatados e refrigerantes, usar óculos escuros com proteção contra raios ultravioleta e evitar o uso de corticoides. “De modo geral, a pessoa deve procurar ter uma vida saudável”, destacou Montenegro.

Edição: Marcos Chagas

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
fórmula e
Esportes

Volta da Fórmula E tem campanha contra discriminação e show lusitano

Piloto português Félix da Costa vence primeira de seis corridas que encerram temporada.

Violência doméstica violência contra a mulher
Geral

SP: boletins eletrônicos de violência doméstica chegam a 5,5 mil

Número representa cerca de 20% do total de boletins deste tipo de crime elaborados no período. Registro eletrônico de violência doméstica começou em 3 de abril.

Palácio do Planalto
Política

Bolsonaro sanciona lei de negociação de dívidas das micro empresas

O Projeto de Lei Complementar 9/2020 autoriza a extinção de créditos tributários devidos pelas micro e pequenas empresas integrantes do Simples Nacional.

Testes para detecção do Covid-19
Saúde

Número de mortes por covid-19 cai 7% em uma semana

Segundo o Ministério da Saúde, houve redução de óbitos em 15 estados, entre eles Roraima, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia, Maranhão, Piauí, Ceará, Paraíba e Pernambuco.

Apostadores fazem fila em casa lotérica. A Caixa Econômica Federal sorteia hoje (08) as seis dezenas do concurso 2.149 da Mega-Sena acumulada, que deve pagar um prêmio de R$ 170 milhões.
Geral

Mega-Sena acumula; prêmio vai a R$ 6,5 milhões

A quina teve 28 acertadores e cada um vai receber R$  56.321,66. As 1.649 apostas ganhadoras da quadra terão o prêmio individual de R$ 1.366,20.

Geral

Itapevi: laudo descarta culpa de local que fez marmitas envenenadas

Polícia ainda investiga a morte por envenenamento de dois homens em situação de rua que consumiram a refeição recebidas por doação quando estavam em um posto de combustíveis.