Deputados do Rio querem liberação de recursos para obras do Museu Nacional

Publicado em 10/11/2014 - 21:54 Por Cristina Indio do Brasil - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

Deputados federais da bancada do Rio de Janeiro e o presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Ângelo Oswaldo, vão pedir ao Ministério do Planejamento o empenho de recursos relativos a três emendas aprovadas em 2013, previstas no Orçamento da União deste ano. Segundo o deputado Jorge Bittar (PT), a preocupação é garantir a liberação dos recursos para renovação do Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, em São Cristóvão, zona norte do Rio.

“Uma vez empenhados ainda este ano - isto é imprescindível - eles [recursos] podem ser executados no ano que vem, porque vão depender apenas da liberação financeira. Agora, nós iremos trabalhar junto ao Ministério do Planejamento para liberar esses recursos”, explicou Bittar à Agência Brasil.

O deputado Hugo Leal (PROS), disse que o Ministério da Cultura está aproveitando a emenda de bancada como rubrica do próprio órgão para dar continuidade ao processo de liberação dos recursos. Ele destacou que fim de ano costuma ser período de redução dos gastos e cancelamento de créditos, mas por serem relativos ao Museu Nacional, o tratamento deve ser diferenciado.

Apesar disso, se não houver descontingenciamento do dinheiro, diante da abertura do período de apresentação de emendas, o deputado já sugeriu à presidenta do Museu, arqueóloga Cláudia Rodrigues Carvalho, reapresentar o projeto ao Congresso. “Nosso processo de apresentação de emendas de 2015 iniciou na semana passada, e teremos, até final de novembro, mais quatro reuniões. Falei para Cláudia ir lá [no Congresso] e reapresentar o projeto. Se a gente não conseguir desta vez, a gente impõe novamente no ano que vem, caso não consiga efetivar o empenho”, adiantou.

As emendas somam R$ 20,95 milhões, dos quais R$ 20 milhões são de emenda conjunta, assinada por parlamentares da bancada fluminense, e duas emendas individuais, de R$ 750 mil, do deputado Alfredo Sirkis (PSB), e de R$ 200 mil, do deputado Chico Alencar (PSOL).

O dinheiro será aplicado na construção de prédio anexo para os departamentos de Invertebrados e de Entomologia, no horto do museu; na restauração e ampliação do prédio da biblioteca, incluindo central de atendimento à pesquisa documental e espaço para convenções; na restauração pictórica das salas históricas do Trono e dos Embaixadores; e na aquisição de novas vitrines para o circuito de exposições permanentes.

Com as obras, a sede do Museu Nacional será destinada exclusivamente às exposições científicas e à educação ampliada. Claudia Rodrigues informou que atualmente apenas 1% do material do museu é exposto à visitação pública, mas após a recuperação do prédio poderá atingir 10%. “Nós temos muito acervo, e teremos condições de redistribuir melhor o acervo e fazer uma quantidade maior de exposições de curta duração, que permitam ao visitante ver outros aspectos do nosso museu, que não são expostas continuamente”, analisou.

 

Edição: Stênio Ribeiro

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Live Jair Bolsonaro 13.08.2020
Política

Bolsonaro: não existe tentativa de furar o teto de gastos

Bolsonaro defendeu a realização de investimentos públicos em áreas sociais e obras de infraestrutura, mas disse que não existe tentativa de "golpe" para "furar o teto".

A partir de hoje (17) estão liberadas as práticas de esportes coletivos como vôlei, futevôlei, beach tennis e futebol nas praias do Rio de Janeiro.
Geral

Senado aprova auxílio de R$ 600 para trabalhadores do esporte

O Senado aprovou hoje um projeto de lei que regulariza o recebimento do auxílio emergencial por funcionários e atletas do setor de esportes.

Edifício sede do Superior Tribunal de Justiça STJ
Justiça

Ministro do STJ revoga prisão domiciliar de Queiroz e esposa

 Fabrício Queiroz é investigado em um suposto esquema de rachadinha na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro. 

Vista geral da favela Morro Azul, na zona sul do Rio de Janeiro.
Geral

Rio: 1,4 mil mortes por covid-19 foram em favelas, mostra painel

Número se referem às favelas da capital. O estado do Rio de Janeiro registrou 14.080 óbitos desde a chegada do novo coronavírus no Brasil, dos quais 8.612  na capital.

O TSE aumentou o esquema de segurança para acessar o prédio do tribunal neste domingo
Justiça

TSE adia decisão a respeito de tese sobre abuso de poder religioso

Até o momento, os ministros Alexandre de Moraes e Tarcísio de Carvalho Neto votaram contra a medida. Somente o relator, Edson Fachin, defendeu a tese para punição. 

Escola fechada por cinco dias após relatos de coronavírus.
Justiça

TJRJ determina que escolas se preparem para retorno, mesmo em greve

Decisão diz que 70% dos funcionários do administrativo devem retornar ao trabalho presencial, mesmo durante a greve, para prepararem a volta às aulas.