Empresa alega dívida milionária e rompe contrato com Santa Casa paulista

Publicado em 07/01/2015 - 14:07 Por Daniel Mello - Repórter da Agência Brasil - São Paulo
Atualizado em 07/01/2015 - 15:03

Sob a alegação de que o hospital deve R$ 79 milhões por serviços prestados, materiais e medicamentos já entregues, a Logimed, empresa que fornecia remédios e insumos à Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, rescindiu contrato com a instituição.

“Por conta disso, a Logimed acumulou dívida de R$ 11 milhões com seus fornecedores e registra protestos no valor de R$ 3,5 milhões”, informa comunicado da empresa.

Por meio da assessoria de imprensa, a Santa Casa/SP informou que, a partir desta quarta-feira (7), vai assumir as atividades que eram desenvolvidas pela Logimed. A Santa Casa garante que já vinha se preparando para realizar o trabalho que era feito pela companhia terceirizada.

A instituição diz ainda que espera receber nos próximos dias uma resposta positiva para o pedido de empréstimo de R$ 44 milhões feito à Caixa Econômica Federal. Com o montante, a instituição pretende pagar os salários referentes a novembro e o décimo terceiro salário de médicos e funcionários.

O Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp) marcou para sexta-feira (9) uma reunião entre médicos e representantes da direção da Santa Casa para discutir os salários atrasados. O sindicato disse ter recebido confirmação de que os salários de dezembro serão pagos hoje e os dos demais meses em atraso, até o dia 23, de acordo com o Simesp.

A Santa Casa acumula dívidas que passam de R$ 770 milhões. Em dezembro, a mesa administrativa do hospital aprovou que um imóvel da instituição, na Avenida Paulista, avaliado em cerca de R$ 70 milhões, fosse oferecido como garantia para o empréstimo solicitado à Caixa Econômica.

*Matéria atualizada às 15h03 para acréscimo de informação

Edição: Jorge Wamburg

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Voltar ao topo da página