Governo reajusta remuneração de profissionais do Mais Médicos

O valor da bolsa-formação passa de R$ 10 mil para R$ 10.513,01

Publicado em 19/01/2015 - 10:54 Por Paula Laboissière - Repórter da Agência Brasil - Brasília
Atualizado em 20/01/2015 - 12:06

Mais Médicos

Governo reajusta remuneração de profissionais do Mais MédicosArquivo/Agência Brasil

Portaria dos Ministérios da Saúde e Educação publicada hoje (19) no Diário Oficial da União reajusta de R$ 10.482  para R$ 10.513,01 o valor da bolsa-formação paga a profissionais do Programa Mais Médicos, devido ao reajuste do salário mínimo, que aumenta o valor da contribuição dos médicos à Previdência Social, custeada pelo Ministério da Saúde. O valor liquido recebido pelos profissionais se mantém o mesmo desde o início do programa que é R$ 10 mil mensais.

De acordo com o texto, a bolsa poderá ser paga pelo prazo máximo de 36 meses e entra em vigor hoje com efeitos financeiros a contar da competência de janeiro deste ano.

Criado em 2013, o Programa Mais Médicos tem como meta ampliar a assistência na atenção básica fixando médicos em regiões com carência de profissionais. Dados do governo indicam que 14.462 médicos do programa passaram a atender uma população de 3.785 municípios, o equivalente a 68% das cidades do país, além de 34 distritos sanitários indígenas.

Na semana passada, o Ministério da Saúde lançou um edital para ampliar o programa. O novo edital abrange 1,5 mil municípios, dos quais 424 ainda não participavam da iniciativa.

 

* Matéria atualizada para acréscimo de informação.

Edição: Valéria Aguiar

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias