Justiça inocenta fundador da Gol de acusação de tentativa de assassinato

Publicado em 17/06/2015 - 11:15 Por Alex Rodrigues - Repórter da Agência Brasil - Brasília

O Tribunal do Júri de Brasília inocentou ontem (16) o empresário Nenê Constantino de Oliveira e o policial militar reformado Antônio Andrade de Oliveira da acusação de tentarem assassinar Eduardo Queiroz Alves, ex-genro de Constantino. Para o júri, não há provas que incriminem o empresário e o policial reformado.

Fundador da empresa aérea Gol, Nenê Constantino respondia ao processo, em prisão domiciliar, desde 2011. Já Oliveira aguardava o julgamento em liberdade. O julgamento deveria ter ocorrido no dia 27 de maio, mas foi remarcado porque o terceiro réu no processo, José Humberto de Oliveira, precisou ser hospitalizado por causa de uma pneumonia. Como ainda está internado, Oliveira será julgado em data a ser definida.

A tentativa de homicídio de Alves ocorreu em junho de 2008, em Brasília. O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), autor da denúncia, argumenta que o crime foi motivado por desavenças entre Constantino e seu ex-genro que, há época, participava da administração de empresas da família.

Na denúncia, o MPDFT sustentava que, com a ajuda de Oliveira, Constantino contratou José Humberto para matar Eduardo Queiroz. Segundo a acusação do Ministério Público, após disparar várias vezes em Alves, José Humberto fugiu em um carro dirigido por Oliveira. Nenhum dos tiros acertou o ex-genro do empresário que nessa terça-feira voltou a narrar o que se passou no dia 5 de junho de 2008.

Para o advogado de Constantino, Pierpaolo Cruz Bottini, a sentença fez justiça à inocência do empresário, que ainda responde a outros processos, incluindo o assassinato do líder comunitário Márcio Leonardo de Sousa Brito, em 12 de outubro de 2011.

“Após longos anos de agonia, diante de uma acusação injusta, finalmente foi feita Justiça. O doutor Constantino ficou muito satisfeito. Ele sempre acreditou na Justiça e está convencido de que será inocentado de todas as acusações, pois garante não ter envolvimento com nenhum dos crimes a ele atribuídos injustamente”, disse o advogado à Agência Brasil.

Edição: Marcos Chagas

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Uso de máscara para proteção contra o novo coronavírus.
Saúde

Estado do Rio prorroga suspensão das aulas presenciais até dia 20

Prefeitura do Rio de Janeiro informou que as escolas municipais da educação infantil e do ensino fundamental permanecem sem data para o retorno às aulas presenciais.

Médicos fazem treinamento no hospital de campanha para tratamento de covid-19 do Complexo Esportivo do Ibirapuera.
Internacional

OMS: covid-19 põe em risco anos de progresso em saúde nas Américas

Diretora regional da organização, Carissa Ethienne pediu aos governos que aumentem os gastos em saúde para pelo menos 6% do PIB.Para ela, média atual de 3,7% não é suficiente.

Entrega de 528 novas moradias do programa de habitação de interesse social do Governo Federal, em São Sebastião, Distrito Federal
Economia

Inflação para famílias de renda mais baixa fica em 0,50% em julho

O índice é calculado com base em preços coletados em sete capitais brasileiras: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Recife e Salvador.

O Laboratório Central de Saúde Pública de Santa Catarina (LACEN) está realizando exames para identificação do novo coronavírus (COVID-19)
Saúde

Universidade de Brasília e HUB iniciam teste de vacina contra covid-19

Os primeiros que vão participar do estudo-teste são cinco profissionais da saúde que atuam no atendimento de infectados, mas não tiveram ainda a doença, informa a UnB.

Destruição provocada por explosão em Beirute
Internacional

Líbano lida com devastação feita por explosões no porto

O grande número de feridos levou a uma superlotação dos hospitais de Beirute, informou a Cruz Vermelha. O presidente do Líbano anunciou recursos de US$ 66 milhões em fundos de emergência.

Internacional

Vendedores e consumidores enfrentam riscos em mercado de Caracas

No maior mercado de produtos agrícolas da capital venezuelana, as pessoas dão pouca atenção às regras de distanciamento, embora muitos usem máscaras