COI descarta testes de vírus nas águas do Rio para os Jogos Olímpicos

Publicado em 12/08/2015 - 19:15 Por Flávia Villela - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

O Comitê Olímpico Internacional (COI) descartou hoje (12) a possibilidade de fazer testes para identificação de vírus nas águas dos locais de competição dos Jogos de 2016. Em entrevista coletiva  sobre os três dias de trabalho da comissão, o diretor executivo do COI, Christophe Dubi, disse que o teste de bactéria basta para avaliar a qualidade da balneabilidade da Lagoa Rodrigo de Freitas, de Copacabana e da Baía de Guanabara.

"O teste de bactéria é o mais apropriado e continuará a ser usado. A resposta dos testes, até o momento, é que a qualidade da água é segura para os atletas”, declarou Dubi. Sobre a promessa não cumprida pelo Brasil de despoluir 80% da Baía de Guanabara, ele disse que o mais importante, desde o início, era garantir níveis aceitáveis de balneabilidade das águas. Perguntado se daria um mergulho na baía, como havia dito anteriormente à imprensa, ele apenas sorriu. Já a presidente da Comissão de Coordenação do COI para os Jogos de 2016, Nawal El Moutawakel, convidou todos os presentes a um mergulho coletivo.

Ela se disse muito satisfeita com o que viu nos três dias de inspeção. “Estou muito orgulhosa e feliz por ver o alto nível da preparação para os eventos-testes. Os brasileiros devem estar orgulhosos pelos eventos-testes que ocorreram na semana passada. Não vi nenhum problema relevante. É fantástico ver as instalações do Parque Olímpico, seis anos depois, tornarem-se realidade.”

Se as obras não são mais uma preocupação importante para o COI, o mesmo não se pode dizer sobre o planejamento operacional. Sem entrar em detalhes, os dirigentes lembraram que serão mais de 20 eventos-testes previstos até o início dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos que vão necessitar de planejamento exaustivo e minucioso. “Teremos cerca de 150 mil credenciamentos, milhares de contratos, milhares de pessoas ainda a serem contratadas. Tudo isso requer muitos detalhes”, comentou Dubi.

Para Nawal, a crise econômica e política não traz, ou trará, nenhum prejuízo aos Jogos de 2016. “O apoio da população aos Jogos, apesar da crise política e econômica é um ponto importante para nós. Estamos cientes dos problemas pelos quais o país passa, mas temos tido apoio da população pelo país afora, e isso é muito importante", disse ela.

Nawal ironizou a suspeita levantada por alguns meios de comunicação de que a poluição da Lagoa Rodrigo de Freitas teria contaminado atletas estrangeiros nesta semana. “O técnico, que sequer entrou na Lagoa, também passou ma,l e um dos atletas que entrou não ficou doente”, afirmou.

Edição: Jorge Wamburg

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
 senador Marcos Rogério (DEM-RO)
Política

Senado  ratifica o Protocolo de Nagoia no Brasil

Documento aprovado no Senado regulamenta o acesso e a repartição de benefícios dos recursos genéticos da biodiversidade. O texto segue para promulgação.

Live da Semana - Presidente Jair Bolsonaro - 06/08/2020
Política

Pazuello diz que estados estão mais preparados para enfrentar pandemia

Ministro interino da Saúde participou de live ao lado do presidente. Mudança de protocolo do ministério foi um dos fatores que deixou estados mais preparados.

A cúpula  maior, voltada para cima, abriga o Plenário da Câmara dos Deputados.
Política

Senado aprova redução de prazos para revalidação de diplomas

O PL prevê a revalidação em prazo entre 30 e 60 dias no caso de instituições estrangeiras reconhecidas pelo Ministério da Educação e contam com um processo simplificado. 

Escola fechada por cinco dias após relatos de coronavírus.
Justiça

Justiça suspende retorno das aulas presenciais na rede privada do DF

A retomada foi autorizada na terça-feira pela primeira instância após outra decisão que a proibiu. Algumas escolas chegaram a retomar as atividades nesta quinta-feira.

Saúde

Ministério da Saúde monitora síndrome em crianças associada à covid-19

Síndrome inflamatória multissistêmica ocorre em crianças de 7 meses a 16 anos. Até agora, foram notificados 71 casos no Brasil e registradas três mortes.

Incêndio no Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Divulgação/Parnaso)
Geral

Bombeiros combatem fogo na Serra dos Órgãos pelo terceiro dia seguido

Criado em 1939, o Parnaso é o terceiro parque mais antigo do país e costuma ser procurado para prática de esportes de montanha, como escalada, caminhada e rapel.